As políticas sectoriais

A unidade de ação assegura um efeito de alavanca que permite obter melhores resultados. Ao longo dos anos, a União criou uma série de políticas que complementam o mercado único. Essas abrangem os mais diversos domínios, prevendo um grau de harmonização variável, que oscila entre verdadeiras políticas comuns e simples cooperações. Estas políticas são linhas de ação que a União decide seguir em certos domínios que, muito frequentemente, afetam o dia-a-dia dos cidadãos e as empresas e visam obter a consecução dos objetivos gerais que definiu. A coesão, a agricultura, as pescas, o ambiente, a saúde, os direitos dos consumidores, os transportes, o turismo, a energia, a indústria, a investigação, o emprego, o asilo e a imigração, bem como a fiscalidade, a justiça, a cultura, a educação e o desporto constituem domínios em que a União tem uma palavra a dizer.