Página inicial

Página inicial

 

'

'
 
 
Mode d'affichage des délégations
 
Clemente MASTELLA Membro Grupo do Partido Popular Europeu (Democratas-Cristãos) Itália Unione Democratici per l'Europa
 
Franz OBERMAYR Membro Não-inscritos Áustria Freiheitliche Partei Österreichs
 
Raimon OBIOLS Membro Grupo da Aliança Progressista dos Socialistas e Democratas no Parlamento Europeu Espanha Partit dels Socialistes de Catalunya
 
Franck PROUST Membro Grupo do Partido Popular Europeu (Democratas-Cristãos) França Union pour un Mouvement Populaire
 
Tokia SAÏFI Membro Grupo do Partido Popular Europeu (Democratas-Cristãos) França Union pour un Mouvement Populaire
 
Gabriele STAUNER Membro Grupo do Partido Popular Europeu (Democratas-Cristãos) Alemanha Christlich-Soziale Union in Bayern e.V.
 
Alexandra THEIN Membro Grupo da Aliança dos Democratas e Liberais pela Europa Alemanha Freie Demokratische Partei
 
Ivo VAJGL Membro Grupo da Aliança dos Democratas e Liberais pela Europa Eslovénia ZARES-Nova Politika
 
Magdi Cristiano ALLAM Membro suplente Europa da Liberdade e da Democracia Itália "Io amo l'Italia"
 
Eric ANDRIEU Membro suplente Grupo da Aliança Progressista dos Socialistas e Democratas no Parlamento Europeu França Parti socialiste
 
 
Apresentação e competências
 

A Delegação para as Relações com os Países do Maxereque foi criada na sequência das primeiras eleições directas para o Parlamento Europeu, realizadas em 1979. De 1994 a 2004, a Delegação ocupou se igualmente das relações com os Estados do Golfo. Desde as eleições de 2004, as competências da Delegação para as relações com os países do Maxereque concentram se apenas nos quatro países da região: Egipto, Jordânia, Líbano e Síria.
Nos últimos anos, a situação no Próximo Oriente ocupou um lugar de destaque nas trocas de impressões com os representantes dos países da região, com uma série de dossiês regionais prioritários: o seguimento da Conferência de Anápolis para o relançamento do processo de paz israelo palestiniano, a estabilização do Iraque, a questão dos refugiados e deslocados iraquianos, a crise no Líbano, a liberdade de imprensa e a situação dos direitos humanos nos países árabes, a perspectiva de a UE e a Jordânia virem a desempenhar um papel mais importante na estabilização. Duas missões de observação acompanharam, em 2005 e em 2009, as eleições parlamentares no Líbano, enquanto uma outra acompanhou as eleições presidenciais no Egipto, em Novembro de 2005.

 
 
 
 
Contactos
 
You can contact the Secretariat of the Delegation for relations with the Mashreq countries by email at the following address:
                                              
or by fax:
+32 2 284 17 21