PROPOSTA DE RESOLUÇÃO
PDF 154kWORD 58k
30.6.2016
PE585.323v01-00
 
B8-0884/2016

apresentada nos termos do artigo 133.º do Regimento


sobre a proibição das substâncias tóxicas nos tampões e produtos de proteção íntima feminina


Jean-François Jalkh, Sylvie Goddyn, Mireille D'Ornano

Proposta de resolução do Parlamento Europeu sobre a proibição das substâncias tóxicas nos tampões e produtos de proteção íntima feminina  
B8-0884/2016

O Parlamento Europeu,

–  Tendo em conta os resultados de um estudo da associação «60 millions de consommateurs», publicado em 23 de fevereiro de 2016, sobre a composição dos produtos de higiene feminina,

–  Tendo em conta o artigo 133.º do seu Regimento,

A.  Considerando que, no seu estudo, a associação «60 millions de consommateurs» salientou a presença de vestígios de dioxinas, de resíduos de derivados halogenados, de glifosato e de resíduos de inseticidas numa amostra de produtos de higiene feminina;

B.  Considerando que o Centro Internacional de Investigação do Cancro classifica o glifosato como «potencialmente cancerígeno»;

C.  Considerando que, segundo a Organização Mundial da Saúde, as dioxinas podem causar disfunções reprodutivas ou perturbações do desenvolvimento, afetar o sistema imunitário, interferir com o sistema hormonal e causar cancro;

1.  Solicita a proibição do uso de substâncias tóxicas nos tampões e produtos de proteção íntima feminina;

2.  Solicita que os fabricantes passem a ser obrigados a controlar as matérias-primas dos tampões e produtos de proteção íntima feminina que colocam no mercado;

3.  Solicita que a composição dos tampões e produtos de proteção íntima feminina seja inscrita em todas as suas embalagens.

Advertência jurídica