PROPOSTA DE RESOLUÇÃO
PDF 239kWORD 47k
3.1.2017
PE596.714v01-00
 
B8-0005/2017

apresentada nos termos do artigo 133.º do Regimento


sobre a bactéria Paenibacillus sp. LC231


Mireille D’Ornano

Proposta de resolução do Parlamento Europeu sobre a bactéria Paenibacillus sp. LC231  
B8-0005/2017

O Parlamento Europeu,

–  Tendo em conta o artigo 168.º do Tratado sobre o Funcionamento da União Europeia,

–  Tendo em conta o artigo 133.º do seu Regimento,

A.  Considerando que a resistência aos antibióticos poderá provocar a perda de 10 milhões de vidas até 2050;

B.  Considerando que se considera, de uma forma geral, que uma bactéria adquire resistência aos antibióticos na sequência de adaptações resultantes da exposição a um determinado antibiótico;

C.  Considerando, contudo, que um estudo conduzido pelas Universidades de Akron (Ohio, Estados Unidos) e McMaster (Canadá), publicado num número de «Nature Communications» (8.12.2016), revela que uma bactéria Paenibacillus (Paenibacillus sp. LC231) proveniente de um ecossistema da gruta de Lechuguilla (Novo México, Estados Unidos), com cerca de quatro milhões de anos, evidenciou resistência a 26 antibióticos dos 40 testados;

D.  Considerando que a Paenibacillus sp. LC231 é semelhante às Paenibacillus encontradas à superfície e partilha com estas pelo menos 12 genes resistentes;

1.  Salienta que esta descoberta põe novamente em causa determinados postulados científicos sobre a resistência aos antibióticos e que a investigação sobre as bactérias primitivas permite identificar as causas da resistência aos antibióticos;

2.  Incentiva a Comissão a apoiar a investigação sobre as causas da resistência aos antibióticos através dos seus programas de investigação e recorrendo às agências competentes.

Advertência jurídica