Voltar ao portal Europarl

Choisissez la langue de votre document :

  • bg - български
  • es - español
  • cs - čeština
  • da - dansk
  • de - Deutsch
  • et - eesti keel
  • el - ελληνικά
  • en - English
  • fr - français
  • ga - Gaeilge
  • hr - hrvatski
  • it - italiano
  • lv - latviešu valoda
  • lt - lietuvių kalba
  • hu - magyar
  • mt - Malti
  • nl - Nederlands
  • pl - polski
  • pt - português (seleccionado)
  • ro - română
  • sk - slovenčina
  • sl - slovenščina
  • fi - suomi
  • sv - svenska
 Index 
 Texto integral 
Debates
Terça-feira, 15 de Janeiro de 2019 - Estrasburgo Edição revista

Fundo Social Europeu Mais (FSE+) (debate)
MPphoto
 

  Sofia Ribeiro (PPE). – Senhor Presidente, Cara Comissária e caros Colegas, espero que este Fundo Social Europeu que sai deste Parlamento efetivamente reforçado, que agora é mais, não deixe no papel as prioridades do pilar dos direitos sociais. Para tal, duas condições devem ser verificadas: primeiro, deve ser um programa simplificado no seu acesso e, segundo, tem de ser exigente na sua atribuição, satisfazendo apenas as reais necessidades dos europeus e não contribuindo para a propaganda partidária.

Isto requer que se ultrapassem as barreiras sociais e geográficas no acesso a este fundo, garantindo, contudo, que apenas sejam apoiados projetos que se traduzam em maior desenvolvimento social, destacando aqui o programa Garantia Jovem que visa apoiar jovens em situação de desemprego falta de formação.

Tudo isto se torna ainda mais relevante em zonas rurais com contingências específicas e que dispõem de menos oportunidades económicas e laborais, o que me leva a última nota: que o Fundo Social Europeu não esqueça que somos a Europa das regiões e que um dos seus principais objetivos é eliminar as clivagens que ainda persistem entre elas, proporcionando diferentes respostas para diversas realidades.

 
Última actualização: 15 de Maio de 2019Advertência jurídica