Interpelações
PDF 89kWORD 16k
28 de Fevereiro de 2018
G-000002/2018

Interpelação extensa com pedido de resposta escrita e debate G-000002/2018

à Comissão

Artigo 130.º-B do Regimento

Ivan Jakovčić

em nome do Grupo ALDE


  Assunto:              Situação da indústria europeia da construção naval

A construção naval e a indústria de equipamento marítimo figuraram, durante décadas, entre as indústrias mais importantes e estratégicas da Europa, porquanto proporcionavam emprego a cerca de 450 000 pessoas nos Estados-Membros da UE. Estes setores revestem-se de relevo tanto do ponto de vista económico como social, na medida em que, por um lado, fornecem emprego de qualidade às grandes empresas e às PME e, por outro, apoiam o tecido industrial das regiões. Na Europa existem cerca de 150 grandes estaleiros navais, muitos dos quais operam no mercado internacional, e a sua quota de mercado representa cerca de 6% em termos de arqueação.

Os países da Europa que dispõem de um setor da construção naval não são suficientemente fortes para fazer face à pressão da concorrência asiática, nomeadamente da China e da Coreia do Sul, porquanto estes países definiram estratégias nacionais no domínio da construção naval.

Na sequência da Iniciativa LeaderSHIP 2020, a Comissão dispõe de um plano concreto para a criação de uma estratégia industrial global para o setor marítimo e a construção naval europeia a fim de apoiar, a longo prazo, a competitividade, a sustentabilidade económica e o crescimento deste importante setor?

A Comissão tenciona adotar medidas concretas para manter e apoiar as vantagens concorrenciais de alta tecnologia e com um elevado valor acrescentado da construção naval europeia?

A Comissão dispõe de uma política clara e de medidas para fazer face às ameaças provenientes da concorrência internacional desleal e da ausência de regras comerciais internacionais?

Língua original da pergunta: EN
Última actualização: 19 de Julho de 2018Advertência jurídica