Perguntas Parlamentares
PDFWORD
17 de Março de 2015
O-000026/2015
Pergunta com pedido de resposta oral O-000026/2015
à Comissão
Artigo 128.º do Regimento
Marie-Christine Arnautu, Marco Zanni, Marco Affronte, Laura Agea, Rosa D'Amato, Tiziana Beghin, Ignazio Corrao, Marco Valli, Fabio Massimo Castaldo, Isabella Adinolfi, Piernicola Pedicini, Hans Jansen, Dario Tamburrano, Laura Ferrara, Eleonora Evi, Marco Zullo, Jean-Luc Schaffhauser, Joëlle Mélin, Mireille D'Ornano, Sylvie Goddyn, Jean-François Jalkh, Philippe Loiseau, Florian Philippot, Nicolas Bay, Gilles Lebreton, Sophie Montel, Dominique Bilde, Steeve Briois, Marie-Christine Boutonnet, Georg Mayer, Mylène Troszczynski, Bernard Monot, Aymeric Chauprade, Edouard Ferrand, Louis Aliot, Gianluca Buonanno, Matteo Salvini, Angel Dzhambazki, Vicky Maeijer, Peter Lundgren, Bruno Gollnisch, Marine Le Pen, Jean-Marie Le Pen, Mario Borghezio, Dominique Martin, Franz Obermayr, Gerolf Annemans, Harald Vilimsky, Lorenzo Fontana, Olaf Stuger, David Borrelli, Barbara Kappel, Mara Bizzotto, Daniela Aiuto, Marcel de Graaff, Giulia Moi

 Assunto: Utilização de fundos europeus nos aeroportos

Segundo uma auditoria do Tribunal de Contas Europeu (TCE), foram investidas de forma inútil em aeroportos dezenas de milhões de euros em fundos europeus. Entre 2000 e 2013, foram concedidos 666 milhões de euros para desenvolver vinte aeroportos em Espanha, na Estónia, na Grécia, na Itália e na Polónia. No entanto, apenas dez destes aeroportos necessitavam de ser aumentados, e os restantes dez não registaram os aumentos de tráfego previstos entre 2007 e 2013. Destes 666 milhões de euros, 225 milhões foram gastos em instalações que, na opinião do TCE, são demasiadamente grandes, sem que houvesse uma melhoria do serviço aos passageiros ou criação de postos de trabalho. O aeroporto de Cordoue, por exemplo, foi aumentado para poder acolher 179 000 passageiros por ano, embora só tenha recebido 7 000 passageiros em 2013.

1. Por que motivo a Comissão não efetuou estudos e previsões no sentido de avaliar a utilidade destes investimentos?

2. Como tenciona a Comissão garantir uma utilização eficaz dos fundos europeus para o período orçamental de 2014 a 2020, a fim de evitar desperdícios deste género?

Língua original da pergunta: FR
Advertência jurídica