Perguntas Parlamentares
PDFWORD
30 de Abril de 2015
O-000045/2015
Pergunta com pedido de resposta oral O-000045/2015
à Comissão
Artigo 128.º do Regimento
Nicola Caputo, Jan Huitema, Patricija Šulin, Laurențiu Rebega, Marc Tarabella, Norbert Erdős, José Blanco López, Clara Eugenia Aguilera García, Viorica Dăncilă, Victor Negrescu, Tibor Szanyi, Inmaculada Rodríguez-Piñero Fernández, Angel Dzhambazki, Peter Jahr, Alessia Maria Mosca, Michela Giuffrida, Renata Briano, Iratxe García Pérez, Fredrick Federley, Marit Paulsen, Hilde Vautmans, Jens Rohde, Julie Girling, Momchil Nekov, Michel Dantin, Pavel Poc, Miroslav Poche, Anthea McIntyre, Francesc Gambús, Ivan Jakovčić, Dominique Bilde, Izaskun Bilbao Barandica, Barbara Kappel, Damiano Zoffoli, Philippe De Backer, Renato Soru, Ramon Tremosa i Balcells, Nedzhmi Ali, Paolo De Castro, Jens Gieseke, Brando Benifei, Esther Herranz García, Ulrike Müller, José Inácio Faria, Christel Schaldemose, Ivana Maletić, Rolandas Paksas, Daniel Dalton, Vladimir Urutchev, Angélique Delahaye, Miltiadis Kyrkos, Maria Noichl, Nicola Danti, Igor Šoltes, Albert Deß, Francisco José Millán Mon, Anne Sander, Ivo Vajgl, Giovanni La Via, Daniel Buda, Younous Omarjee, Pina Picierno, Frédérique Ries, Doru-Claudian Frunzulică, Milan Zver, Ricardo Serrão Santos

 Assunto: Sistemas de inovação agrícola da UE

É indispensável que o setor agrícola da UE abrace a inovação de forma proativa para manter a sua competitividade económica e fazer face aos desafios da sustentabilidade.

O aparecimento da agricultura conectada, que, entre outras coisas, utiliza sensores sofisticados para monitorizar a produção agrícola e as doenças dos animais, permite fazer economias em toda a cadeia de valor da produção alimentar. Além disso, inclui a futura automatização dos transportes e da logística, que trará os produtos agrícolas para mais perto do consumidor e permitirá uma gestão mais rápida e precisa dos stocks nos armazéns e nos estabelecimentos de venda a retalho.

Os sistemas agrícolas inteligentes que utilizam câmaras e outros tipos de tecnologias podem melhorar a eficácia da irrigação e poupar água. A agricultura de precisão, que envolve tecnologias assentes em dados, incluindo instrumentos de navegação por satélite e a Internet, pode ajudar os agricultores da UE a gerir as culturas e a reduzir a utilização de fertilizantes e pesticidas.

Os bancos de sementes da UE contêm uma grande diversidade de material genético que pode ser usado para desenvolver variedades novas.

Infelizmente, tudo indica que as ligações entre a investigação, os agricultores e a indústria sejam demasiado ténues. Muitas oportunidades de inovação continuam por explorar e muitas perguntas do setor relacionadas com a investigação continuam sem resposta.

Pode a Comissão explicar como tenciona fortalecer e promover os sistemas de inovação agrícola e torná-los mais acessíveis aos agricultores da UE?

Língua original da pergunta: EN
Advertência jurídica