Processo : 2017/2642(RSP)
Ciclo de vida em sessão
Ciclo relativo ao documento : O-000024/2017

Textos apresentados :

O-000024/2017 (B8-0212/2017)

Debates :

PV 03/04/2017 - 18
CRE 03/04/2017 - 18

Votação :

Textos aprovados :


Perguntas Parlamentares
PDF 97kWORD 17k
24 de Março de 2017
O-000024/2017
Pergunta com pedido de resposta oral O-000024/2017
à Comissão
Artigo 128.º do Regimento
Barbara Lochbihler, Bodil Valero, Terry Reintke, Judith Sargentini, em nome do Grupo Verts/ALE
Malin Björk, Cornelia Ernst, Barbara Spinelli, Marina Albiol Guzmán, Martina Anderson, Dennis de Jong, Kostas Chrysogonos, Eleonora Forenza, Jiří Maštálka, Kateřina Konečná, Dimitrios Papadimoulis, Stelios Kouloglou, Kostadinka Kuneva, Josu Juaristi Abaunz, Marie-Christine Vergiat, em nome do Grupo GUE/NGL
Catherine Bearder, Nathalie Griesbeck, Cecilia Wikström, Louis Michel, Filiz Hyusmenova, Morten Helveg Petersen, Maite Pagazaurtundúa Ruiz, Sophia in 't Veld, Gérard Deprez, Beatriz Becerra Basterrechea, Izaskun Bilbao Barandica, Renate Weber, Petras Auštrevičius, em nome do Grupo ALDE
Birgit Sippel, Anna Hedh, Soraya Post, Pier Antonio Panzeri, Elena Valenciano, Iratxe García Pérez, em nome do Grupo S&D
Roberta Metsola, Constance Le Grip, Andrzej Grzyb, Teresa Jiménez-Becerril Barrio, Anna Maria Corazza Bildt, Mariya Gabriel, Cristian Dan Preda, em nome do Grupo PPE

 Assunto: Tráfico de seres humanos
 Resposta em plenário 

O tráfico de seres humanos constitui uma das formas mais graves de violação dos direitos humanos, na medida em que reduz os seres humanos a mercadorias, violando, ao mesmo tempo, a dignidade, a integridade e os direitos das vítimas e afetando famílias e comunidades inteiras.

Em 2012, a UE adotou a Estratégia para a erradicação do tráfico de seres humanos. Esta Estratégia tem uma dupla dimensão, isto é, interna e externa, e está previsto que decorra até 2016. Também foi anunciada uma estratégia revista, embora esta ainda tenha de ser adotada.

1. Quais são as principais conclusões que a Comissão extrai da aplicação da Estratégia da UE para a erradicação do tráfico de seres humanos e quando tenciona adotar uma nova estratégia?

2. Como serão tratados os aspetos financeiros e económicos do tráfico de seres humanos, o reforço da dimensão de género e a coerência interna/externa nos diferentes domínios de intervenção no âmbito da nova estratégia?

3. De que forma tenciona a Comissão manter, na sua futura estratégia, a distinção fundamental entre o tráfico de seres humanos e a introdução clandestina de migrantes?

4. Com base nos dois relatórios de execução da Diretiva 2011/36/UE relativa à prevenção e luta contra o tráfico de seres humanos e à proteção das vítimas adotados em dezembro de 2016, que medidas estão previstas pela Comissão?

Língua original da pergunta: EN
Advertência jurídica