Processo : 2017/2951(RSP)
Ciclo de vida em sessão
Ciclo relativo ao documento : O-000009/2018

Textos apresentados :

O-000009/2018 (B8-0012/2018)

Debates :

PV 18/04/2018 - 26
CRE 18/04/2018 - 26

Votação :

Textos aprovados :


Perguntas Parlamentares
PDF 187kWORD 18k
31 de Janeiro de 2018
O-000009/2018
Pergunta com pedido de resposta oral O-000009/2018
à Comissão
Artigo 128.º do Regimento
Renate Sommer, Elena Gentile, Bolesław G. Piecha, Gesine Meissner, Kateřina Konečná, Marco Affronte, Mireille D'Ornano, em nome da Comissão do Ambiente, da Saúde Pública e da Segurança Alimentar

 Assunto: Reservas em relação às vacinas e redução das taxas de vacinação na Europa
 Resposta em plenário 

A vacinação é sem dúvida uma das medidas de saúde pública mais eficazes em termos de custo. A vacinação generalizada levou à erradicação da varíola e fez desaparecer a poliomielite na Europa. Todos os Estados-Membros da UE recomendam a vacinação contra doenças graves e potencialmente mortais. Contudo, algumas vacinas continuam a ser subvalorizadas e subutilizadas. Não obstante ou talvez até em virtude do seu impacto na saúde pública, um número crescente de pais e pacientes tem optado por atrasar ou recusar a vacinação. As reservas generalizadas em relação às vacinas tornaram-se um fenómeno preocupante devido às variadas consequências para a saúde nos Estados-Membros. Dados epidemiológicos recentes sobre a situação da vacinação nos Estados-Membros mostram uma quebra significativa na utilização de vacinas.

Tendo em conta o que precede:

– De que forma planeia a Comissão abordar a resistência à vacinação?

– De que forma pretende a Comissão assegurar a elaboração de um plano de ação da UE abrangente, que aborde o problema social das reservas em relação às vacinas?

– Que medidas concretas planeia a Comissão implementar a fim de promover um calendário de vacinação mais harmonizado ao nível da UE?

– De que forma planeia a Comissão combater a propagação de informações não fiáveis, enganosas e sem base científica sobre a vacinação e organizar novas campanhas de informação com vista à disponibilização de conhecimentos mais aprofundados acerca das vacinas e ao aumento da cobertura da vacinação?

Língua original da pergunta: EN
Última actualização: 6 de Fevereiro de 2018Advertência jurídica