Voltar ao portal Europarl

Choisissez la langue de votre document :

  • bg - български
  • es - español
  • cs - čeština
  • da - dansk
  • de - Deutsch
  • et - eesti keel
  • el - ελληνικά
  • en - English
  • fr - français
  • ga - Gaeilge
  • hr - hrvatski
  • it - italiano
  • lv - latviešu valoda
  • lt - lietuvių kalba
  • hu - magyar
  • mt - Malti
  • nl - Nederlands
  • pl - polski
  • pt - português (seleccionado)
  • ro - română
  • sk - slovenčina
  • sl - slovenščina
  • fi - suomi
  • sv - svenska
Perguntas Parlamentares
PDF 6kWORD 16k
12 de junho de 2017
P-003911-17
Pergunta com pedido de resposta escrita P-003911-17
à Comissão
Artigo 130.° do Regimento
Liliana Rodrigues (S&D)

 Assunto:  Prisão de Taner Kiliç, Presidente da Amnistia Internacional da Turquia
 Resposta escrita 

Como é de conhecimento geral, no dia 6 de junho, Taner Kiliç, Presidente da Amnistia Internacional na Turquia, foi detido por suspeitas de pertencer ao movimento de Fethullah Gülen, considerado pelas autoridades turcas como responsável pela tentativa de golpe de Estado do ano passado no país. Taner Kiliç tem um longo e conhecido percurso na defesa da liberdade. Foi levado para uma esquadra da polícia em conjunto com outros 22 advogados. Sem a necessária pressão internacional, a atual repressão política dos ativistas da sociedade civil pode levar a uma deterioração irremediável dos direitos humanos e da democracia na Turquia.

Enquanto defensora da democracia e da liberdade, não entende a Comissão Europeia dever pronunciar-se sobre a arbitrariedade das detenções generalizadas na Turquia e sobre esta em particular?

Que medidas concretas pretende desenvolver a Comissão Europeia junto do Governo turco com vista à libertação de Taner Kiliç, dos 22 advogados e de todos os demais cidadãos presos sem prova material de envolvimento na tentativa de golpe de estado de 15 de julho de 2016?

Advertência jurídica