Paulo RANGEL
  • Paulo
    RANGEL
  • Група на Европейската народна партия (Християндемократи)
  • Заместник-председател
  • Португалия Partido Social Democrata
  • Роден на 18 февруари 1968 г., V.N. Gaia

Заместник-председател

  • AFCO Комисия по конституционни въпроси

Член

  • D-BR Делегация за връзки с Федеративна република Бразилия
  • DMER Делегация за връзки с Меркосур
  • DLAT Делегация в Евро-латиноамериканската парламентарна асамблея

Заместник

  • AFET Комисия по външни работи
  • D-RU Делегация в Комитета за парламентарно сътрудничество ЕС-Русия

Последни дейности

  • Na minha intervenção referi que, como o PPE sempre disse, não há dúvida que é preciso dar prioridade às políticas de crescimento e de criação de emprego em toda a União Europeia. Essa prioridade é ainda mais clara para os países da zona euro. Não podemos ceder à demagogia daqueles que diabolizam a nova Comissão quando ainda nem entrou em funções... É preciso lembrar essas pessoas que a nova Comissão resulta do voto dos eleitores no plano europeu e nacional. Há que respeitar o voto dos cidadãos ! E é também preciso dizer que sem Finanças publicas sãs e reformas estruturais implementadas, por mais dinheiro que utilizemos ele só será bem aproveitado se o trabalho de casa estiver feito.
    17/09/2014 11:55 - facebook
  • daqui a pouco intervenho no debate sobre a cimeira da eurozona a decorrer em Estrasburgo. Para acompanhar em directo basta seguir esta ligação.
    17/09/2014 09:59 - facebook
  • Em certa medida, o recrudescimento das aspirações independentistas só é possível porque a União Europeia atingiu o grau de maturidade institucional e política que atingiu. Num mundo globalizado, a ideia de um Estado flamengo ou escocês pareceria uma miragem, se eles não tivessem um quadro constitucional de integração numa entidade com outra dimensão, peso e desenvoltura. O que sucede é que, a partir do momento em que eles podem integrar-se na UE, deixam de precisar do Estado de suporte em que estavam inseridos. Na verdade, essas comunidades políticas de baixa densidade – chamemos-lhe assim à falta de uma qualquer nomenclatura – não compreendem porque hão-de coexistir dois níveis político-constitucionais acima delas. Se têm Bruxelas, não carecem de Londres. Se dispõem de Bruxelas não necessitam de Madrid.
    16/09/2014 09:23 - facebook

Акредитирани сътрудници

  • FERREIRA DE CARVALHO Marta
  • GRISARD Séverine
  • VILLAS-BÔAS Goncalo

Контакти

Bruxelles

  • Parlement européen
    Bât. Altiero Spinelli
    08E130
    60, rue Wiertz / Wiertzstraat 60
    B-1047 Bruxelles/Brussel
  • +32(0)2 28 45263
  • +32(0)2 28 49263

Strasbourg

  • Parlement européen
    Bât. Louise Weiss
    T09019
    1, avenue du Président Robert Schuman
    CS 91024
    F-67070 Strasbourg Cedex
  • +33(0)3 88 1 75263
  • +33(0)3 88 1 79263

Пощенски адрес

  • European Parliament
    Rue Wiertz
    Altiero Spinelli 08E130
    1047 Brussels