José Manuel FERNANDES
  • José Manuel
    FERNANDES
  • Group of the European People's Party (Christian Democrats)
  • Member
  • Portugal Partido Social Democrata
  • Date of birth: 26 July 1967, Vila Verde

Member

  • BUDG Committee on Budgets
  • PANA Committee of Inquiry to investigate alleged contraventions and maladministration in the application of Union law in relation to money laundering, tax avoidance and tax evasion
  • DMAG Delegation for relations with the Maghreb countries and the Arab Maghreb Union
  • DMED Delegation to the Parliamentary Assembly of the Union for the Mediterranean

Substitute

  • ECON Committee on Economic and Monetary Affairs
  • DACP Delegation to the ACP-EU Joint Parliamentary Assembly

Most recent activities

  • A decisão de saída Reino Unido da UE deve ser consumada o mais rapidamente possível. A saída não é automática e as negociações podem demorar até 2 anos. Mas é do interesse do Reino Unido e da União Europeia que o processo seja o mais célere possível. Precisamos de estabilidade. A divisão entre os britânicos é profunda. Os jovens na sua esmagadora maioria queriam que o Reino Unido continuasse na UE e consideram-se traídos pela geração mais velha. O mesmo se verifica nos mais qualificados e informados. O Reino Unido vai desintegrar-se. A Escócia que votou maioritariamente (mais de 67%) para continuar na UE quer um referendo para se tornar independente. Outros se seguirão. Esta foi a vitória dos radicais, dos nacionalistas, do egoísmo e do ódio. Este é o caminho do desastre. Não percebemos o valor da Paz. Não temos consciência que somos a maior economia do planeta e que sendo só 7% da população mundial acedemos a mais de 53% das despesas sociais de todo o planeta! Não valorizamos a democracia, a segurança e a liberdade. Estamos a destruir todas estas conquistas e não percebemos que só actuando de forma conjunta e solidária, coordenada e partilhada poderemos triunfar num mundo global. A UE também fica mais pobre e vulnerável. O vírus nacionalista e xenófobo alastra. A UE corre riscos. Não deixa de ser sinistro que alguma esquerda radical portuguesa se tenha congratulado com a vitória do ‘Brexit’, subscrevendo argumentos de extrema-direita, como a luta contra a imigração, contra a solidariedade e contra direitos sociais, e a favor de maior desregulação dos mercados. A saída do Reino Unido deveria ser uma oportunidade para reforçar e tornar mais sólido o projeto europeu. É tempo de cada um assumir as suas responsabilidades. Não é aceitável que se continuem a "nacionalizar" os sucessos e a "europaizar" os insucessos. É o momento de termos mais solidariedade, mais coordenação, melhor União Europeia. Estas foram algumas ideias que partilhei em Amares, na inauguração da nova antena de informação do Europe Direct do IPCA. Ler mais: http://josemanuelfernandes.eu/noticias/brexit-estabilidade-politica-e-urgente-para-garantir-desenvolvimento
    27/06/2016 18:30 - facebook
  • Explicar, justificar, procurar a verdade, combater a irresponsabilidade, impedir o compadrio, deviam ser objectivos de todo e qualquer governo e oposição. O facto de estarmos perante um banco público não diminui responsabilidades. Pelo contrário. Reforça a necessidade de se perceber o que falhou! Somos nós, os portugueses, que vamos desembolsar quatro mil milhões de euros para pagar erros que não cometemos. Temos, no mínimo, direito a explicações, a conhecer a verdade e a exigir que se faça justiça, apurando-se responsabilidades. A culpa não pode continuar a morrer solteira.
    24/06/2016 18:00 - facebook

Contacts

Bruxelles

  • Parlement européen
    Bât. Altiero Spinelli
    08E146
    60, rue Wiertz / Wiertzstraat 60
    B-1047 Bruxelles/Brussel

Strasbourg

  • Parlement européen
    Bât. Louise Weiss
    T09023
    1, avenue du Président Robert Schuman
    CS 91024
    F-67070 Strasbourg Cedex

Postal address

  • European Parliament
    Rue Wiertz
    Altiero Spinelli 08E146
    1047 Brussels