Nuno MELO
  • Nuno
    MELO
  • Group of the European People's Party (Christian Democrats)
  • Member
  • Portugal Partido Popular
  • Date of birth: 18 March 1966, Joane

Member

  • AGRI Committee on Agriculture and Rural Development
  • DMER Delegation for relations with Mercosur
  • DLAT Delegation to the Euro-Latin American Parliamentary Assembly

Substitute

  • ENVI Committee on the Environment, Public Health and Food Safety
  • LIBE Committee on Civil Liberties, Justice and Home Affairs
  • D-CN Delegation for relations with the People's Republic of China

Most recent activities

Measures to address the crisis in the dairy sector (debate)

26-05-2016 P8_CRE-PROV(2016)05-26(3)

OPINION on the proposal for a directive of the European Parliament and of the Council amending Council Directive 91/477/EC on control of the acquisition and possession of weapons

LIBE
18-05-2016 LIBE_AD(2016)576870

Mandatory automatic exchange of information in the field of taxation (A8-0157/2016 - Dariusz Rosati)

12-05-2016 P8_CRE-PROV(2016)05-12(10.1)
  • Vital Moreira transformou os contratos de associação numa "deferência governamental" que os colégios deveriam agradecer e classificou a defesa do ensino particular e cooperativo como manifestação da "direita dos interesses", reflexo da "hipocrisia na arte de capturar e saquear o Estado em proveito privado". Disse-o, despudoradamente, num artigo de opinião. 1. Falará de cátedra. A seu tempo, foi Vital Moreira quem, adulto e imputável, se empenhou com diligência comunista na defesa política das nacionalizações, da reforma agrária, dos saneamentos e das ocupações de propriedades e empresas, pecaminosas por serem privadas. Os diários das sessões parlamentares guardam os registos desse esforço. O saque à iniciativa privada em proveito do Estado coletivista, esse sim, custou muito caro a Portugal. 40 anos depois, o preconceito ideológico voltou ao poder, pela mão do PS que lhe servira de fronteira. (...) 3. Silencia a "grande festa". Foi como Maria de Lurdes Rodrigues definiu as obras da Parque Escolar. Nelas, podemos ver o "rigor" - chavão da moda no léxico das esquerdas - com que os socialistas, em nome do tal Estado e sob pretexto da escola pública, tratam os impostos dos contribuintes. Mais de 1000 milhões de euros de dívida que só ficará saldada em 2030, numa derrapagem superior a 400% em relação aos valores orçamentados, usados para compra de candeeiros de Siza Vieira, equipamentos improváveis e sistemas de ventilação e ar condicionado desligados por falta de recursos. O melhor que o PS conseguiu na defesa absurda da prodigalidade despesista foi ter Gabriela Canavilhas no Parlamento a acusar o PSD e o CDS de quererem "nivelar por baixo", por fazerem contas. Facto extraordinário, Vital Moreira não vislumbrou a propósito saque, em proveito de ninguém. 4. Escolher a melhor educação para os filhos, sem maior custo para o Estado, numa escola pública ou privada, é uma obrigação parental e é uma afirmação de liberdade. Impor às famílias a inevitabilidade da oferta do Estado, por muito má que em alguns casos seja, resulta absolutamente estúpido.
    26/05/2016 09:24 - facebook

Contacts

Bruxelles

  • Parlement européen
    Bât. Altiero Spinelli
    08E107
    60, rue Wiertz / Wiertzstraat 60
    B-1047 Bruxelles/Brussel

Strasbourg

  • Parlement européen
    Bât. Louise Weiss
    T09018
    1, avenue du Président Robert Schuman
    CS 91024
    F-67070 Strasbourg Cedex

Postal address

  • European Parliament
    Rue Wiertz
    Altiero Spinelli 08E107
    1047 Brussels