Nuno MELO
  • Nuno
    MELO
  • Group of the European People's Party (Christian Democrats)
  • Member
  • Portugal Partido Popular
  • Date of birth: 18 March 1966, Joane

Member

  • AGRI Committee on Agriculture and Rural Development
  • DMER Delegation for relations with Mercosur
  • DLAT Delegation to the Euro-Latin American Parliamentary Assembly

Substitute

  • ENVI Committee on the Environment, Public Health and Food Safety
  • LIBE Committee on Civil Liberties, Justice and Home Affairs
  • D-CN Delegation for relations with the People's Republic of China

Most recent activities

OPINION on the proposal for a directive of the European Parliament and of the Council amending Council Directive 91/477/EC on control of the acquisition and possession of weapons

LIBE
18-05-2016 LIBE_AD(2016)576870

Mandatory automatic exchange of information in the field of taxation (A8-0157/2016 - Dariusz Rosati)

12-05-2016 P8_CRE-PROV(2016)05-12(10.1)

Traceability of fishery and aquaculture products in restaurants and retail (B8-0581/2016)

12-05-2016 P8_CRE-PROV(2016)05-12(10.2)
  • Mas lá chegará a altura em que dirão que a culpa é da Venezuela, de Angola, de Júpiter e de Marte.
    22/05/2016 23:48 - facebook
  • Em Fafe, no Conselho Distrital de Braga, com Vânia Dias da Silva e Ricardo Mendes, moderados pela Joana Peixoto, em acção de formação política de quadros da JP.
    21/05/2016 19:47 - facebook
  • Sancionar Portugal pela violação da meta de 3% do défice em 2015, seria uma enormidade e uma indecência que abonaria pouco da Comissão Europeia. A (...) Bem sabemos que pelo caminho os socialistas ascenderam ao poder. Os compromissos do Estado foram revertidos em série, a extrema-esquerda que recusa o Euro e gravita entre o “não pagámos” e as exigências de renegociação da divida serve de parceiro na governação e Alexis Tsipras foi assumido por António Costa como aliado estratégico, apesar do descalabro do Syriza à frente dos destinos da Grécia. É verdade. Mas isso não invalida tudo o resto. Mais um ano para atingir o objectivo, é o mínimo que Portugal merecia. O Comissário dos Assuntos Económicos Pierre Moscovici recordou, talvez, que foi Ministro das Finanças sob presidência do socialista François Hollande. O desempenho no cargo não serviu de exemplo. Ainda assim, quando a Comissão Europeia exigiu da França um défice abaixo dos 3%, Pierre Moscovici exigiu mais tempo e Bruxelas cedeu. Na altura, em 2013, ficou para a história o comentário do ministro francês: - “En Europe, l'austérité c'est fini, le sérieux ça continue”. Querer menos para Portugal, do que reclamou para a França, seria simplesmente absurdo.
    19/05/2016 12:04 - facebook

Contacts

Bruxelles

  • Parlement européen
    Bât. Altiero Spinelli
    08E107
    60, rue Wiertz / Wiertzstraat 60
    B-1047 Bruxelles/Brussel

Strasbourg

  • Parlement européen
    Bât. Louise Weiss
    T09018
    1, avenue du Président Robert Schuman
    CS 91024
    F-67070 Strasbourg Cedex

Postal address

  • European Parliament
    Rue Wiertz
    Altiero Spinelli 08E107
    1047 Brussels

Europarl TV