Como são eleitos os deputados ao Parlamento Europeu? 

As eleições europeias realizam-se de cinco em cinco anos. As próximas eleições decorrerão de 23 a 26 de maio de 2019. As últimas eleições decorreram de 22 a 25 de maio de 2014.

Cada Estado-Membro elege um número fixo de deputados ao Parlamento Europeu, entre seis, no caso de Malta, Luxemburgo, Chipre e Estónia, e 96, no caso da Alemanha, perfazendo um total de 751 deputados. Com a saída dos 73 deputados britânicos, o Parlamento Europeu e o Conselho concordam com uma redução da dimensão do PE de 751 para 705 lugares a partir das eleições de 2019. Esta redução deixaria espaço para eventuais futuros alargamentos da União.

A distribuição de lugares está estabelecida nos Tratados da União Europeia. Os países com populações de maior dimensão dispõem de mais lugares do que os países com populações de menor dimensão, mas estes têm mais lugares do que a mera proporcionalidade implicaria. Este processo é conhecido como o princípio da «proporcionalidade degressiva».

As eleições para o Parlamento Europeu são, em grande medida, regidas por leis e tradições eleitorais nacionais, mas também há regras comuns a nível da UE. Em 2015, os eurodeputados iniciaram uma reforma das regras da UE com vista a aumentar a equidade eleitoral entre os cidadãos dos diferentes Estados-Membros e a transparência de todo o processo. O processo com o Conselho deve ser concluído a tempo das eleições de 2019.