Consumo de energia: quanto custa um quilowatt-hora? 

 
 

Partilhar esta página: 

Os eurodeputados deram luz verde às medidas para simplificar a rotulagem energética de eletrodomésticos. Explore a nossa infografia para saber mais.

Infografia: Quanto custa um Quilowatt-hora? 

A utilização mais eficiente da energia permite-nos diminuir as nossas contas de eletricidade e o nosso impacto ambiental. Muitos dos eletrodomésticos, como fornos ou aspiradores, são comercializados com um rótulo para permitir que os consumidores façam uma escolha tendo em conta a sua eficiência energética. Em junho de 2017, os eurodeputados aprovaram uma série de medidas que pretendem simplificar o sistema e ajudar os consumidores a fazer escolhas mais informadas.

Avaliar a eficiência energética

A eficiência energética é a relação entre o desempenho na produção de um serviço ou bem e a energia utilizada para esse mesmo desempenho.

O primeiro rótulo foi introduzido em 1994 (em vigor desde 1995) e variava entre o G (o menos eficiente) e o A (o mais eficiente).

Esta escala foi mais tarde alargada para A+++ para reflectir as melhorias na eficiência energética dos produtos. No entanto, a introdução de escalas A+ e superiores reduziu a eficácia da rotulagem uma vez que a maioria dos eletrodomésticos actualmente tende a ser classe A ou superior.

Escala de "A a G"

Em junho de 2017, os eurodeputados deram luz verde à simplificação da escala de A a G e à criação dum mecanismo para a adaptação da escala a novos avanços na área da eficiência energética sem criar novas classes. As novas medidas incluem ainda a criação de uma base de dados de produtos e medidas para melhorar a supervisão do mercado nacional.

O eurodeputado Dario Tamburrano (EFDD, Itália) foi o encarregado de conduzir a proposta através do Parlamento.