Parlamento Europeu elege novo presidente 

 
 

Partilhar esta página: 

Os candidatos ao cargo de presidente do Parlamento Europeu. 

Os eurodeputados elegem esta terça-feira, 17 de janeiro, o novo presidente do Parlamento Europeu. São sete os candidatos oficiais antes do primeiro escrutínio na terça-feira de manhã, mas novas candidaturas podem apresentadas antes de cada um dos primeiros três escrutínios, se o presidente não for eleito à primeira volta. Leia o nosso artigo e fique a saber mais sobre o processo e como acompanhar a eleição em direto.

Os cargos eleitos do Parlamento Europeu como o de presidente, vice-presidente e questor, são renovados de dois anos e meio em dois anos e meio, ou seja, uma vez no início da legislatura e outra a meio dos cinco anos.


A eleição do novo presidente do Parlamento Europeu tem lugar esta terça-feira, 17 de janeiro, no hemiciclo do Parlamento Europeu em Estrasburgo, numa sessão presidida pelo presidente cessante Martin Schulz.


Ordem do dia


O processo inicia-se às 09.00 CET com discursos de três minutos de cada candidato seguidos de votação por escrutínio secreto (máximo de quatro voltas).


  • 09.00 CET: Cada um dos candidatos faz uma apresentação de três minutos. Os discursos são seguidos do primeiro escrutínio secreto.
  • 11.30 CET: Resultado do primeiro escrutínio
  • 15.00 CET: Resultado do segundo escrutínio (se necessário)
  • 19.00 CET: Resultado do terceiro escrutínio (se necessário)
  • 21.00 CET: Resultado do quarto escrutínio (se necessário)

Os candidatos


Neste momento, são sete os eurodeputados candidatos:


  • Eleonora Forenza - Esquerda Unitária Europeia/Esquerda Nórdica Verde (CEUE/EVN), Itália
  • Jean Lambert - Verdes/Aliança Livre Europeia (Verdes/ALE), Reino Unido
  • Gianni Pittella - Aliança Progressista dos Socialistas e Democratas (S&D), Itália
  • Laurenţiu Rebega - Europa das Nações e da Liberdade (ENF), Roménia
  • Helga Stevens - Conservadores e Reformistas Europeus (ECR), Bélgica
  • Antonio Tajani - Partido Popular Europeu (PPE), Itália
  • Guy Verhofstadt - Aliança dos Democratas e Liberais pela Europa (ALDE), Bélgica


Poderão ainda ser apresentadas novas candidaturas (ou retiradas) antes de cada uma das voltas do escrutínio, exceto na quarta volta, em que apenas poderão concorrer os dois candidatos que na terceira volta tenham obtido maior número de votos.


Acompanhe a eleição passo-a-passo


A eleição será transmitida em direto no nosso website e na nossa página no Facebook a partir das 9.00 CET.


No Twitter vai receber informação sobre os candidatos antes de cada escrutínio e os resultados após cada volta. Também pode acompanhar a conta do Parlamento Europeu dedicada aos jornalistas aqui.


Acompanhe ainda “os bastidores” da eleição através do Snapchat (username “europarl”).

As regras


Quem se pode candidatar a presidente do Parlamento Europeu?

Qualquer deputado ao Parlamento Europeu pode ser candidato, desde que seja proposto por um grupo político ou por um grupo de pelo menos 38 deputados (o equivalente a 5% de todos os eurodeputados).


Como se processa a eleição?

O candidato que obtenha maioria absoluta dos votos expressos (50% dos votos +1), é eleito presidente. Os votos brancos ou nulos não contam para efeitos de cálculo da maioria necessária.


Se no final da primeira volta nenhum dos candidato sair vencedor, dá-se início à segunda volta, o que pode acontecer uma terceira vez, com as mesmas regras. Se não houver maioria absoluta na terceira volta, os dois candidatos com mais votos seguem para um quarto escrutínio, no qual o presidente é eleito por maioria simples (vence a eleição quem obtiver mais votos). Em caso de empate, é eleito o deputado mais idoso.


Quais são os poderes da/o presidente?

O presidente dirige, nos termos previstos no presente Regimento, as atividades do Parlamento e dos seus órgãos, e dispõe de todos os poderes para presidir aos trabalhos do Parlamento e assegurar o seu correto desenrolar. Representa o Parlamento em todas as questões de relações internacionais, cerimónias e atos administrativos, judiciais e financeiros, incluindo no início das cimeiras do Conselho Europeu, onde apresenta o ponto de vista do Parlamento em relação aos itens em agenda.

O presidente é responsável por assinar o orçamento anual da UE após a sua aprovação em plenário. É ainda responsável por assinar toda a legislação adotada através do processo legislativo ordinário, em conjunto com o presidente do Conselho.

14 vice-presidentes, cinco questores e 22 comissões parlamentares

No dia 18 de janeiro, os eurodeputados vão eleger 14 vice-presidentes e dos cinco questores, numa sessão já presidida pelo novo presidente. A lista dos eurodeputados que vão integrar as 22 comissões parlamentares permanentes vai ser votada em plenário na quinta-feira, 19 de janeiro.




A eleição do presidente e dos vice-presidentes do Parlamento Europeu passo a passo. 
Os grupos políticos e as comissões parlamentares.