Partilhar esta página: 

Artigos 

Artigos 

Infografia        

Os eurodeputados aprovaram, esta quinta-feira, 16 de março de 2017, em sessão plenária, um relatório sobre uma política integrada da União Europeia para o Ártico com o objetivo de proteger o ecossistema da região e evitar tensões geopolíticas. A ameaça ambiental provocada pelo aquecimento global, a abertura de novas rotas de transporte marítimo, a extração de recursos naturais, o turismo e a crescente militarização da região são alguns dos desafios que a região enfrenta.

Gerir os Interesses no Ártico        

O aquecimento global está a facilitar o acesso a regiões do Ártico antes inacessíveis, tornando-as cada vez mais apetecíveis pelos seus recursos naturais. Os eurodeputados das comissões do ambiente e das relações externas aprovaram esta terça-feira, 31 de janeiro, um relatório sobre a Política integrada da União Europeia para o Ártico que insta a uma rápida intervenção da UE para evitar a militarização da região e para ajudar a preservar o seu ecossistema. Assista ao vídeo para saber mais.

Artigos 

Logotipo da COP 22        

Centenas de delegações e líderes mundiais reúnem-se esta semana em Marraquexe para debater a implementação do acordo universal e vinculativo para o combate às alterações climáticas alcançado em Paris há menos de um ano. O Parlamento Europeu participa na conferência com uma delegação de 12 eurodeputados.

Imagens da conferência        

Nas últimas duas semanas, os líderes mundiais negociaram a implementação das prioridades do Acordo de Paris durante a COP22 em Marraquexe. Esta sexta-feira, 18 de novembro, perto de 200 países assinaram uma declaração considerando a implementação das medidas “um dever urgente”. O Parlamento Europeu esteve presente na conferência com uma delegação de 12 eurodeputados. Falámos com o chefe da delegação Giovanni La Via (PPE, Itália) sobre os próximos passos e o papel do Parlamento Europeu.

Giovanni La Via        

O Parlamento Europeu deu luz verde o Acordo de Paris para o Clima, esta terça-feira, 4 de outubro, depois dos ministros do Ambiente da UE terem decidido, a 30 de setembro, avançar com o processo de ratificação. Antes da decisão do Conselho, falámos com Giovanni La Via (PPE, Itália), presidente da Comissão do Ambiente, Saúde Pública e Segurança Alimentar sobre o empenho do Parlamento em implementar o acordo do clima e os desafios da sua aplicação.

Artigos 

Bandeira da ONU e do Parlamento Europeu        

Convidados especiais, discursos solenes e aplausos fizeram parte da cerimónia que rodeou uma votação história, esta terça-feira, do Acordo de Paris, um acordo mundial e vinculativo de luta contra as alterações climáticas. O Parlamento Europeu aprovou a ratificação do acordo pela União Europeia, abrindo caminho para a sua entrada em vigor. Explore a nossa galeria de imagens.

infographic illustration        

Os ponteiros do relógio não param. Em menos de dois meses, especialistas, políticos e organizações não-governamentais vão tentar chegar a um acordo em Paris para o combate às alterações climáticas e o Parlamento vai enviar uma delegação de 15 eurodeputados para defender um bom resultado. Esta quarta-feira, os eurodeputados debatem e votam em sessão plenária a sua posição para a 21ª Conferência das Partes (COP21). Acompanhe em direto e explore a nossa infografia.

World Environment Day        

“Eleve a sua voz, não o nível do mar” é o lema da edição desde ano do Dia Mundial do Ambiente, celebrado hoje, 5 de junho, e dedicado às pequenas ilhas e às alterações climáticas. O Parlamento Europeu tem estado na vanguarda da resposta mundial ao aquecimento global ao adotar legislação para reduzir os gases com efeito de estufa e ao conduzir a UE em direção a uma economia com baixos níveis de emissões de carbono.

Emissões globais de CO2 da queima de combustíveis fósseis e da indústria (produção de cimentos e metais)" Fonte: Centro Comum de Investigação i©BELGAIMAGE/AGEFOTOSTOCK /P.Cairns        

Os eurodeputados vão debater esta terça-feira, 9 de junho, e votar no dia seguinte, uma recomendação que urge aos Estados-Membros a ratificar até ao final de 2015 a emenda de Doa ao protocolo de Quioto. A relatora, Elisabetta Gardini, sublinha que o segundo período de compromisso tem sobretudo o apoio dos países da UE e relembra que os Estados-Membros já estão a implementar uma redução de 20% das emissões até 2020. Descubra no nosso gráfico como as emissões de CO2 têm evoluído ao longo dos anos.