A luta da União Europeia contra o terrorismo 

 
 

Partilhar esta página: 

A luta contra o terrorismo é uma das prioridades da União Europeia. Conheça os factos essenciais sobre o terrorismo na Europa e as medidas da UE para o combater.

A luta da UE contra o terrorismo. Fotografia de Manu Sanchez no Unsplash.  

Terrorismo na Europa
Nos últimos anos, temos assistido a um aumento das ameaças terroristas e ataques violentos de origem religiosa/jihadista, uma tendência que começou em 2015, com o atentado contra a revista satírica “Charlie Hebdo” em Paris.

Sessenta e duas pessoas foram mortas em 2017 em ataques terroristas de origem religiosa/jihadista na Europa, em comparação com as 135 mortes registadas em 2016, segundo dados da Europol.

Em 2017, falharam ou foram impedidos mais ataques do que em 2016.

Obtenha uma imagem clara da evolução do terrorismo na UE e das últimas tendências.


As medidas tomadas pela UE
A União Europeia adotou uma ampla variedade de medidas, desde controlos mais rigorosos nas fronteiras externas a uma melhor cooperação policial e judiciária ao investigar e perseguir os suspeitos de terrorismo.

A UE também tem estado particularmente ativa na luta contra o financiamento do terrorismo, contra o crime organizado e contra a radicalização.

Saiba mais sobre as medidas para combater o terrorismo nas nossas infografias e vídeos.


Melhorias propostas pelo Parlamento
Em julho de 2017, o Parlamento Europeu criou uma Comissão Especial sobre o Terrorismo (TERR) para avaliar a forma de melhorar a luta contra o terrorismo a nível da UE.Como resultado, os deputados ao Parlamento Europeu elaboraram um relatório com medidas concretas que apelam à Comissão para incluí-las numa nova legislação, já que o PE não tem poder para iniciar uma proposta legislativa.