Partilhar esta página: 

Mons e Pilsen        
Mons e Pilsen, Capitais Europeias da Cultura. ©BELGA_AGEFOTOSTOCK/BELGAIMAGE_Imagebroker/E.Strigl 

Pilsen, na República Checa, e Mons, na Bélgica, são as Capitais Europeias da Cultura em 2015. Há 30 anos que esta iniciativa realça a diversidade e a riqueza da cultura europeia. Mais de 50 cidades por toda a UE tiveram já a honra de ser a capital de cultura e desde 2011 que duas cidades de dois países diferentes partilham o título anualmente.

Pilsen, na República Checa, é uma cidade com 170 mil habitantes a 90 quilómetros de Praga. É conhecida pela cerveja Pilsner, criada em 1842. Em 2015, a cidade vai acolher mais de 600 eventos, incluindo teatro, concertos, exposições e outras intervenções artísticas.

 

“O mundo associa a cidade à famosa cerveja checa e à engenharia, mas Pilsen merece tornar-se a capital europeia da cultura”, afirmou Jiří Maštálka. “Não hesitaria em recomendar uma visita ao novo teatro. Também valorizamos tradições, música local e grupos de dança. E claro produzimos cerveja desde 1295! Demos o nome ao famoso tipo de cerveja "pils" e há muito a aprender sobre a cerveja e o seu fabrico”, afirmou o eurodeputado checo do grupo da Esquerda Unitária Europeia, Esquerda Nórdica Verde.


Mons, na Bélgica, é uma cidade com mais de 93 mil habitantes. A cidade vai inaugurar cinco novos museus, incluindo o Museu Memorial de Mons com a história das duas Guerras Mundiais e o impacto na área. Até 7 de abril, o Museu de Belas Artes acolhe uma exposição de Van Gogh. Os edifícios onde o pintor vivia nos arredores de Mons também vão estar abertos ao público.


A eurodeputada belga do S&D, Maria Arena, nascida e criada em Mons, aconselha uma visita ao Museu de Arte Contemporânea.