Eurobarómetro: Europeus querem mais intervenção da UE na proteção do ambiente 

 
 

Partilhar esta página: 

Floresta - ©AP Images/European Union-EP 

75% dos europeus e 85% dos portugueses querem mais medidas da UE para a proteção do ambiente. Descubra o que o PE tem feito para proteger o ambiente e a biodiversidade.

De acordo com uma sondagem de opinião Eurobarómetro publicada em abril de 2017, 3 em cada 4 europeus desejam que a UE faça mais na proteção do ambiente. A UE tem trabalhado para proteger a natureza e tem adotado legislação importante na área.

Alterações climáticas


O Parlamento Europeu permanece empenhado em assegurar que a UE cumpre os ambiciosos objetivos do Acordo de Paris. Em novembro de 2017, uma delegação do Parlamento deslocar-se-á a Bona, na Alemanha, para participar na conferência COP23, que terá como objetivo garantir progressos na implementação do Acordo de Paris.

Os eurodeputados encontram-se a trabalhar na reforma do regime de comércio de licenças de emissão da UE para tornar mais atrativo o investimento tecnologias hipocarbónicas; na definição de objetivos nacionais para a redução das emissões de gases com efeitos de estufa relacionados com o transporte, construção, gestão de resíduos e agricultura e em medidas para reforçar a capacidade das florestas e dos solos de capturar CO2.

Economia circular


O Parlamento encontra-se a trabalhar num em várias medidas relacionadas com a gestão dos residuos. O objetivo? Reduzir a produção de resíduos e aumentar a percentagem da reciclagem.

Poluição atmosférica


A poluição atmosférica é responsável por mais de 400 mil mortes prematuras por ano na UE. Em 2016, o Parlamento aprovou valores-limite nacionais ambiciosos de emissão de determinados poluentes atmosféricos, como o dióxido de enxofre, óxidos de azoto e partículas finas.


Os eurodeputados encontram-se a trabalhar em novas regras para tornar os ensaios dos automóveis mais independentes e para melhorar a supervisão, a nível nacional e europeu, dos veículos já em circulação.


Natureza e biodiversidade


Em março de 2017, o Parlamento defendeu a proteção do ecossistema único e vulnerável do Ártico e a proibição da extração de petróleo e gás na região. No ano passado, os eurodeputados adotaram um relatório sobre o plano de ação da UE contra o tráfico de espécies selvagens, sublinhando a necessidade de reforçar a cooperação entre países de origem, consumidores e de trânsito.