Mundo 

Produtos nesta categoria 

Fati de 13 anos com um recém-nascido ©UNHCR/B.Malum        

Uma em cada três raparigas nos países em desenvolvimento é casada antes de chegar aos 18 anos e uma em cada nove antes de fazer 15 anos. O casamento prematuro limita o futuro das crianças, muitas vezes obrigadas a abandonar a escola. As raparigas também enfrentam problemas com a gravidez e o parto, as principais causas de morte em adolescentes nestes países. Especialistas e deputados da subcomissão dos direitos humanos e da comissão da igualdade de género debateram a situação a 11 de abril.

O custo humano da moda rápida: é caso para um quadro vinculativo        

Há quase quatro anos, um edifício com várias fábricas de vestuário ruía nos arredores de Daca no Bangladeche matando mais de 1100 trabalhadores e ferindo mais de 2500. A tragédia chamou a atenção para as condições laborais do setor. Os eurodeputados da comissão do desenvolvimento querem garantir que as roupas e os têxteis que comprarmos e utilizamos não são produzidos à custa da segurança, dos direitos humanos, saúde e dignidade dos trabalhadores do setor. Assista ao vídeo para saber mais.

Momentos da sessão plenária de março        

Metas mais ambiciosas para a reciclagem de resíduos urbanos, promoção da igualdade de género, mais controlos ao longo da cadeira agroalimentar, uma estratégia para o Ártico, o bem-estar dos animais, financiamento de grupos armados em zonas de conflito foram apenas alguns dos temas em destaque na sessão plenária que decorreu entre 13 e 16 de março em Estrasburgo.

Infografia        

Os eurodeputados aprovaram, esta quinta-feira, 16 de março de 2017, em sessão plenária, um relatório sobre uma política integrada da União Europeia para o Ártico com o objetivo de proteger o ecossistema da região e evitar tensões geopolíticas. A ameaça ambiental provocada pelo aquecimento global, a abertura de novas rotas de transporte marítimo, a extração de recursos naturais, o turismo e a crescente militarização da região são alguns dos desafios que a região enfrenta.

STYLIANIDES, euodeputados CORAZZA , MCAVAN, ŠKRIPEK, IN 'T VELD, BJÖRK, REINTKE, VON STORCH, ARNAUTU        

A política da Cidade do México, conhecida como a “lei da mordaça global”, foi recentemente reintroduzida pelo Presidente dos EUA Donald Trump. Os eurodeputados debateram esta terça-feira, 14 de março, em sessão plenária a lei que proibe os EUA de financiar com dinheiros públicos organizações que promovam ou informem sobre a interrução voluntária da gravidez. A maioria dos deputados condenou a reintrodução da política. Outros insistiram que é necessário defender os direitos dos nascituros.