Accesso directo à navegação principal (Premir "enter")
Acesso aos conteúdos da página (clicar sobre "Entrar")
Accesso directo a lista de outros sítios Web (Premir "enter")

A batalha pelo orçamento de longo prazo da UE

Outros Dossier - Orçamento08-07-2013 - 18:31
 
Moedas de euro ©Getty Image   O orçamento de longo prazo determina as despesas da UE nos próximos sete anos, repartido por área ©Getty Image

Após meses de duras negociações, os líderes do Parlamento Europeu, do Conselho e da Comissão Europeia alcançaram, a 27 de junho, um acordo politico para o orçamento das instituições da UE, para o período de 2014-2020. Este acordo recebeu o apoio do Parlamento Europeu em plenário a 3 de julho, mas a votação definitiva apenas será realizada no outono de 2013.


O Parlamento Europeu assegurou as suas principais reivindicações estavam contempladas no acordo, incluindo a flexibilidade dos futuros orçamentos em transferir fundos não utilizados entre anos ou entre categorias de despesas e a revisão do orçamento de longo prazo e do seu sistema de financiamento em 2016.


Para que o Parlamento Europeu possa aprovar definitiva o orçamento de longo prazo no outono, os governos devem garantir que o défice de 2013 estará coberto. O défice de 2013 é o produto do desfasamento entre as tarefas e o financiamento imposto pelos governos no orçamento.


O nosso destaque dá-lhe uma perspetiva geral dos acontecimentos desde o início do processo do Quadro Financeiro Plurianual em 2011. Mantenha-se atualizado.


(Última atualização: 8 de julho de 2013)


REF. : 20110429FCS18370