Partilhar esta página: 

Segundo a Comissão, os aditivos de fosfato permitem a criação de uma película de proteínas que ajuda a manter as peças de carne ligadas 

Uma proposta de resolução que se opunha à autorização de aditivos de fosfato nos "kebabs" não obteve a maioria necessária de 376 votos para passar em plenário.

A Comissão Europeia pode assim autorizar a utilização de ácido fosfórico — fosfatos — di-, tri- e polifosfatos (E 338-452) como aditivos alimentares em “espetadas verticais giratórias congeladas de carne” de carneiro, borrego, vitela, vaca ou aves de capoeira.

A proposta de resolução apresentada pela comissão parlamentar do Ambiente, da Saúde Pública e da Segurança Alimentar obteve 373 votos a favor, 272 contra e 30 abstenções, ficando assim aquém da maioria necessária de 376 votos favoráveis.

A comissão parlamentar manifestava preocupações sobre os riscos para a saúde resultantes da utilização de fosfatos, defendendo que se devia esperar pelos resultados de uma avaliação científica da Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos, que deverão ser conhecidos em finais de 2018.