Eleições europeias 2019: Notícias da campanha 

 
 

Partilhar esta página: 

Informações sobre eventos e dados relativos às eleições europeias para ajudar os meios de comunicação social a fazerem a cobertura nos vários Estados-Membros.

Nota: Trata-se de uma mensagem informal destinada aos jornalistas que cobrem o Parlamento Europeu e não um comunicado de imprensa oficial da instituição.

23 de maio

Notícias da campanha: 23 de maio

ALERTA. A partir de hoje, vídeos e fotos da ida dos eleitores às urnas nos diferentes países da UE poderão ser descarregados aqui.

NOITE ELEITORAL. Informação sobre como vão decorrer os dias das eleições europeias no Parlamento Europeu, o calendário para a divulgação das projeções e dos resultados provisórios, apoio audiovisual para as televisões e as rádios, fichas nacionais com dados sobre as regras eleitorais, as horas de abertura e encerramento das urnas e o número de candidaturas, a acreditação e os espaços de trabalho para os jornalistas.

PRIMEIRO DIA DAS ELEIÇÕES EUROPEIAS. As primeiras assembleias de voto abriram hoje nos Países Baixos e no Reino Unido. Neste país, 53 milhões de eleitores podem escolher entre os 591 candidatos que concorrem para 73 lugares na assembleia europeia. No caso de o Reino Unido ser ainda um Estado-Membro da UE no dia 2 de julho, manter-se-á a atual composição do Parlamento Europeu, com 751 eurodeputados. Nos Países Baixos, 13,5 milhões de eleitores vão às urnas para eleger 26 eurodeputados, de um total de 308 candidatos. Amanhã (24 de maio) vota-se na Chéquia (República Checa) e na Irlanda. Os resultados oficiais só poderão ser anunciados após o encerramento das urnas em todos os Estados-Membros, às 23h00 de domingo (hora em Bruxelas, menos uma em Lisboa).

UE28. O Estado de direito na Hungria, as novas regras sobre os direitos de autor, o debate sobre o estado da União em 2017 e a eleição do presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani, foram os temas mais cobertos pelos jornalistas, a nível europeu, nesta legislatura. Em média, foram publicados 1.100 artigos durante cada sessão plenária. Mais detalhes aqui.

Cobertura do PE  

HOLANDA. Por que razão votam os holandeses na quinta-feira 23 de maio e não no seu dia habitual (quarta-feira)? As regras europeias ditam que as eleições devem ter lugar num período entre quinta-feira e domingo. Como resultado, a quarta-feira não é elegível como dia de voto. Quinta-feira é o dia mais próximo de quarta-feira. Sexta-feira, sábado e domingo foram colocados de lado por serem dias de descanso para diversos grupos religiosos.

CROÁCIA, ALEMANHA. Vários ativistas estão a encorajar os eleitores que têm animais de estimação em Osijek, na Croácia, a tirarem fotografias aos seus cães junto às assembleias de voto e a publicá-las no Instagram e no Facebook com o hashtag #izađiglasajprošetaj (saia, ande, vote) no dia 26 de maio. Em Frankfurt am Mein, na Alemanha, um conjunto de voluntários está também a apelar aos eleitores para irem às urnas.

CHÉQUIA (República Checa). A televisão checa TV NOVA vai transmitir amanhã (24 de maio) o seu programa da manhã do Parlamento Europeu para assinalar o início da votação, sendo este o único país da UE onde as eleições europeias decorrem em dois dias, sexta-feira e sábado (24 e 25 de maio). O programa, com uma duração de três horas, irá centrar-se no Parlamento Europeu e nas eleições europeias, nos grandes temas desta legislatura e nos desafios futuros.

DINAMARCA. Artistas de todo o mundo comentam a atual situação política numa exposição nacional intitulada “It”s Urgent!” (É urgente), exibida durante o período eleitoral em vários outdoors e que inclui contribuições do artista dinamarquês-islandês Olafur Eliasson. As obras individuais estarão em exibição em vários locais da Dinamarca até ao final de junho, sendo depois apresentadas no Festival Heartland, de 30 de maio a 1 de junho, e no exterior do Kunsthal Charlottenborg, de 18 de junho a 11 de agosto.

FRANÇA. Valérie Thatcher, uma voluntária do #destavezeuvoto de Lyon que fez o percurso a pé até Bruxelas (757 km) entre meados de março e meados de abril para encorajar as pessoas a votar nas eleições europeias, estará amanhã (24 de maio) em Paris para se juntar à Marcha pelo Clima de Greta Thunberg. Os voluntários irão encontrar-se ao meio dia em frente do Gabinete do PE em Paris para iniciar a marcha.

ITÁLIA. "Tutti in campo per l'Europa!" (Todos em campo pela Europa). Vários voluntários organizam hoje (23 de maio) vários stands em frente às universidades de Génova, Católica de Milão e de Turim para chamar a atenção para as eleições europeias e trocar ideias com os seus pares. No domingo, 26 de maio, irão colocar posts ao longo do dia nas suas redes sociais para partilhar a sua experiência pessoal, sempre no espírito "Tutti in campo per l'Europa".

PORTUGAL. Os jornalistas votam: o Sindicato dos Jornalistas promoveu diversas iniciativas para lançar o debate sobre as eleições europeias. Numa série de vídeos intitulada “Os jornalistas votam”, muitos profissionais apresentam as razões pelas quais votarão nas eleições europeias de 2019 e convidam os cidadãos a fazer o mesmo. destavezeuvoto.eu

ESLOVÁQUIA. Não deixem os desinteressados na Europa tirá-la de nós. Esta é a principal mensagem de um vídeo feito por atores, comediantes e um rapper eslovacos, lançado por ativistas da "Youth against fascism" (Juventude contra o Fascismo). “A UE traz-nos muitos benefícios e, mesmo assim, há cinco anos 87% dos eslovacos não votaram. Se tal se repete, os votos podem ir para os extremistas. Não deixem isso acontecer”, apelam.

ESPANHA. Ana Carrasco, a primeira motociclista do sexo feminino a vencer um Campeonato Mundial, várias jogadoras de basquetebol espanholas, que conquistaram medalhas de bronze no Mundial de 2018, e Carolina Navarro, que venceu nove vezes a World Padel Tour, colaboraram num vídeo de apelo ao voto publicado pelo Gabinete do PE em Madrid.

SUÉCIA. O debate final dos candidatos ao PE no principal canal público de televisão SVT1 terá lugar sexta-feira, 24 de maio, às 20h00 (hora em Estocolmo). Participarão os novos candidatos a eurodeputados Heléne Fritzon (S&D), Tomas Tobé (PPE), Alice Bah Kuhnke (Verdes), Karin Karlsbro (Liberais), Sara Skyttedal (PPE), bem como os “repetentes” Peter Lundgren (ECR), Fredrick Federley (Liberais), Malin Björk (CEUE/EVN) e Soraya Post (S&D).

EUROPA. Revistas de moda como a Vogue na Itália, Alemanha e Polónia, a L'Uomo Vogue, a Elle na Polónia e a Glamour na Hungria estão a convidar os seus leitores a votar, com depoimentos de vários modelos e grandes nomes do mundo da moda, como Vanessa Paradis ou Joel Kinnaman. A campanha no Instagram #WeloveEU teve a recente contribuição do porta-voz do PE, Jaume Duch.

Edição da primavera da revista Vogue Uomo, com “Cartas de amor à Europa” 

24 de maio

Notícias da campanha: 24 de maio

SEGUNDO DIA DAS ELEIÇÕES. Os eleitores na Chéquia (República Checa) e na Irlanda vão hoje às urnas para elegerem 21 e 11 eurodeputados, respetivamente. Amanhã continua-se a votar na Chéquia (segundo dia) e abrem as urnas na Letónia, em Malta e na Eslováquia.

UE28. Imagens diárias das assembleias de voto, da ida às urnas dos candidatos principais, do dia-a-dia no Parlamento Europeu e dos grandes temas da legislatura podem ser descarregadas no Centro Multimédia.

EUROPA. Alguns dos candidatos principais à presidência da Comissão Europeia já votaram. Violeta Tomić (Esquerda Europeia) optou pelo voto antecipado na terça-feira, em Ljubljana, na Eslovénia. Frans Timmermans (Socialistas) e Bas Eickhout (Verdes) votaram ontem nos Países Baixos, o primeiro numa assembleia de voto em Heerlen e o segundo em Utrecht. No domingo, será a vez de Manfred Weber (PPE), que irá às urnas em Landshut, na Baviera, Margrethe Verstager (Liberais), em Copenhaga, Ska Keller (Verdes), em Berlim, e Jan Zahradil (Conservadores e Reformistas), em Praga. Oriol Junqueras (Aliança Livre Europeia), que se encontra detido, vota por correio. Vídeos e fotos no Centro Multimédia.


Frans Timmermans, candidato principal do PSE, a votar em Heerlen, nos Países Baixos © EP 

BULGÁRIA. 525 académicos, artistas, investigadores e jornalistas pedem aos cidadãos que sejam ativos, se informem e que votem, numa carta aberta publicada na véspera do Dia da Educação, Cultura e Literatura Eslava (24 de maio) e das eleições europeias (26 de maio). Estas personalidades apelam aos cidadãos que apoiem firmemente os princípios democráticos e os valores europeus.

FINLÂNDIA. A televisão pública finlandesa, YLE, publicou um "bot eleitoral" para ajudar os jovens a escolherem o seu candidato preferido. Esta ferramenta é direcionada aos jovens que votam pela primeira vez, dos 18 aos 29 anos.

FRANÇA, ALEMANHA. “Com quem se vai compatibilizar nos próximos cinco anos?”, é a pergunta que a aplicação Tinder vai fazer aos alemães e aos franceses até domingo, dia das eleições europeias nos dois países. #destavezeuvoto

Tinder a apelar ao voto 

IRLANDA. A par das eleições para o Parlamento Europeu e das eleições locais, os irlandeses são chamados hoje (24 de maio) às urnas para um referendo sobre a legislação relativa ao divórcio. Haverá também um plebiscito nas cidades de Cork, Limerick e Waterford sobre como devem ser escolhidos os presidentes das câmaras.

ITÁLIA. Jogadores de futebol italianos apresentam as suas prioridades para o próximo Parlamento Europeu. A Assocalciatori (associação que representa os jogadores de futebol profissionais), em parceria com o Parlamento Europeu, apresenta hoje (24 de maio), em Roma, um manifesto que apela a medidas da UE para a inclusão das mulheres no futebol, a luta contra o doping e o combate à violência nas competições desportivas.

PAÍSES BAIXOS. A primeira assembleia de voto (o país votou ontem, 23 de maio) abriu à meia noite na estação de comboios de Castricum. Em Haia, as pessoas puderam votar no elétrico #9. Os moinhos de vento de Schiedam hastearam a bandeira europeia. Outras assembleias de voto estavam localizadas em igrejas, piscinas, no aeroporto de Lelystad, museus, restaurantes e clubes desportivos.

Os moinhos de Schiedam hastearam a bandeira da UE enquanto os holandeses votavam a 23 de maio 

ROMÉNIA. A Federação de Juventude de Bacău criou uma rede de 50 estudantes universitários para informar os colegas sobre o papel do Parlamento Europeu e a importância de votarem. Foi assim que começou há dois meses e agora chegaram até aqui.

PORTUGAL. Somos 28 é o título de uma canção composta e gravada pela turma da Madeira que venceu o concurso Euroscola da UE sobre a importância de votar. A letra apela aos cidadãos para que votem nas eleições europeias e expressa o desejo de que o Reino Unido permaneça na UE.

ESLOVÁQUIA. Líderes de empresas na Eslováquia publicaram um vídeo sobre os benefícios do país pertencer à UE. A declaração “As empresas preocupam-se com a UE” apela a uma Europa competitiva que defenda os princípios democráticos e o Estado de direito.

ESLOVÉNIA. O voto antecipado terminou ontem (23 de maio) neste país. De acordo com dados da Comissão Nacional de Eleições eslovena, nos primeiros dois dias votaram 20.408 pessoas (1,2% dos eleitores). Nas eleições de 2014, 11.826 pessoas votaram no mesmo período (0,7% do eleitorado).

EUROPA. Vários artistas e organizações de ativistas criaram as suas versões de O que a Europa faz por mim. Aqui ficam alguns exemplos: o vídeo A UE custa o mesmo que a Netflix, dos arquitetos holandeses Rem Koolhaas e Stephan Peterman; um filme de um voluntário romeno com projetos apoiados por fundos europeus; o post Jantar sem a UE, dos jovens investigadores do blog You&EU. Mais sobre os principais sucessos do Parlamento Europeu no dossiê de imprensa sobre as eleições europeias.

25 de maio

Notícias da campanha: 25 de maio

TERCEIRO DIA DAS ELEIÇÕES. Hoje vota-se na Chéquia (segundo dia das eleições neste país) e na Letónia, em Malta e na Eslováquia. Os primeiros resultados provisórios agregados serão publicados no domingo, 26 de maio, pelas 23h15.

NOITE ELEITORAL. Os candidatos principais à presidência da Comissão Europeia que estarão no Parlamento Europeu, em Bruxelas, na noite eleitoral são Manfred Weber (PPE), Frans Timmermans (Socialistas), Margrethe Vestager (Liberais), Ska Keller e Bas Eickhout (Verdes), e Nico Cué (Esquerda Europeia).

UE28. Facebook, Google, Snapchat e Twitter são algumas das plataformas digitais que se juntaram à campanha de apelo ao voto, lembrando os cidadãos da importância de participar nas eleições europeias. Mais informação

26 de maio

Notícias da campanha: 26 de maio

QUARTO E ÚLTIMO DIA DAS ELEIÇÕES. Hoje é a vez de Portugal votar, a par de outros 20 países da UE: Áustria, Bélgica, Bulgária, Croácia, Chipre, Dinamarca, Estónia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Itália, Lituânia, Luxemburgo, Polónia, Roménia, Eslovénia, Espanha, e Suécia. Os primeiros resultados provisórios agregados serão publicados pelas 23h15, depois de as últimas assembleias de voto encerrarem em Itália.

NOITE ELEITORAL. Pode acompanhar o que vai acontecendo ao longo do dia e na noite eleitoral neste blogue do Parlamento Europeu. Para as projeções e os resultados provisórios, consulte este sítio Web - https://eleicoes-resultados.eu/ -, bem como o calendário preliminar da divulgação dos dados eleitorais.