skip to content

Cookies no sítio web da UE

Utilizamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência possível no nosso sítio web. Usamo-los para fins estatísticos através do Google Analytics e não para recolher qualquer informação pessoal. Se não desejar receber cookies, altere assuas configurações a qualquer momento.

Continuar
 
 
Imprensa
Imprensa
 

Finalistas do Lux Film Days chegam às salas de cinema de Lisboa

Os três finalistas do Prémio de Cinema do Parlamento Europeu vão ser exibidos na Cinemateca nos dias 19, 20 e 21 de novembro

Os Lux Film Days trazem aos palcos portugueses os três finalistas do Prémio Lux de Cinema do Parlamento Europeu. Os vencedores arrancam na Cinemateca, em Lisboa, com a exibição de O Caso Hammarskjöld, do realizador Mads Brugger, Deus é mulher e o seu nome é Petúnia, de Teona Strugar Mitevska e do filme El Reino, de Rodrigo Sorogoyen.

O Caso Hammarskjöld, explora o debate sobre a morte de Dag Hammarskjöld, antigo secretário-geral da ONU em 1961, na sequência de um misterioso acidente de aviação. As circunstâncias misteriosas ao redor desta morte são o motivo da investigação levada a cabo pelo realizador dinamarquês, especializado em documentários de natureza política. O filme é uma coprodução da Dinamarca, Noruega, Suécia e Bélgica e será exibido no dia 19 de novembro às 19h na Cinemateca.

Deus é mulher e o seu nome é Petúnia conta a história de uma jovem que decide participar numa cerimónia religiosa interdita a mulheres, reivindicando o mesmo direito à boa fortuna que está reservado aos homens. Um drama de pendor feminista que questiona a influência da Igreja Ortodoxa na sociedade macedónia. O filme é uma coprodução da Macedónia, Bélgica, França, Croácia e Eslovénia e será exibido no dia 20 de novembro às 19h.

El Reino aborda a corrupção no mundo da política ao retratar a vida de Manuel López Vidal, um político regional que se vê envolvido num escândalo de corrupção que ameaça a sua trajetória rumo ao sucesso. El Reino é uma coprodução de Espanha e França e será exibido no dia 21 de novembro às 19h.

O Lux é o prémio de cinema do Parlamento Europeu criado em 2007 por ocasião das comemorações dos 50 anos do Tratado de Roma. O Prémio distingue a produção cinematográfica europeia e incentiva o debate em torno dos temas da atualidade. Os filmes nomeados são legendados nas 24 línguas oficiais da UE, privilegiando a diversidade linguística e permitindo um forte incentivo à distribuição dos filmes no circuito comercial.

A escolha do vencedor do Prémio Lux é feita pelos 751 eurodeputados e será anunciado no dia 14 de novembro, em Estrasburgo, pelo Presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani.

Mais informação em https://luxprize.eu/