skip to content

Cookies no sítio web da UE

Utilizamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência possível no nosso sítio web. Usamo-los para fins estatísticos através do Google Analytics e não para recolher qualquer informação pessoal. Se não desejar receber cookies, altere assuas configurações a qualquer momento.

Continuar
 
 
Imprensa
Imprensa
 

Jornalista Teresa de Sousa e Plataforma de Apoio aos Refugiados

São os vencedores portugueses do Prémio do Cidadão Europeu 2017

O Prémio do Cidadão Europeu 2017 foi hoje atribuído à jornalista Teresa de Sousa e à Plataforma de Apoio aos Refugiados. O galardão do Parlamento Europeu (PE) visa reconhecer pessoas ou organizações que promovem a integração europeia e a compreensão entre os povos.

Teresa de Sousa, jornalista do Público, foi reconhecida pela dedicação profissional às questões europeias e aos assuntos internacionais, sendo uma jornalista de alto-nível que, ao longo de cerca de 40 anos de carreira, cobriu os referidos temas com sensibilidade especial.
“A sua carreira jornalística revela o seu compromisso na defesa dos valores inerentes à Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia (UE) ”, salientaram os eurodeputados proponentes da candidatura Ana Gomes, Carlos Zorrinho e Maria João Rodrigues.

A Plataforma de Apoio aos Refugiados (PAR) destacou-se pelo apoio prestado aos refugiados, num ambiente de crise na UE, tendo lançado uma plataforma, em 2015, que reúne 210 organizações, autoridades e famílias decididas a criar condições para acolher refugiados em Portugal.
“A PAR foi capaz de dar uma rápida resposta ao desafio de solidariedade lançado pelas instituições da UE na gestão da crise humanitária”, realçaram ou eurodeputados Carlos Coelho, Marisa Matias e Sofia Ribeiro, que propuseram a candidatura da PAR.

Desde 2008 que o PE atribui anualmente o Prémio do Cidadão Europeu, reconhecendo pessoas ou organizações que promovem a integração europeia e a compreensão mútua entre os povos da UE.

A cerimónia de entrega do Prémio, pelas mãos da vice-presidente do Parlamento Europeu, Sylvie Guillaume, aos vencedores provenientes dos 28 Estados-membros da UE, terá lugar a 11 e 12 de outubro de 2017, em Bruxelas. Em Portugal haverá igualmente uma cerimónia pública de entrega do Prémio, em data a definir.

O Conselho Nacional de Juventude e o líder da Fundação Oceano Azul, Tiago Pitta e Cunha, foram os laureados portugueses da edição 2016 do Prémio do Cidadão Europeu do PE.