Voltar ao portal Europarl

Choisissez la langue de votre document :

  • bg - български
  • es - español
  • cs - čeština
  • da - dansk
  • de - Deutsch
  • et - eesti keel
  • el - ελληνικά
  • en - English
  • fr - français
  • ga - Gaeilge
  • hr - hrvatski
  • it - italiano
  • lv - latviešu valoda
  • lt - lietuvių kalba
  • hu - magyar
  • mt - Malti
  • nl - Nederlands
  • pl - polski
  • pt - português (seleccionado)
  • ro - română
  • sk - slovenčina
  • sl - slovenščina
  • fi - suomi
  • sv - svenska
Perguntas Parlamentares
8 de abril de 2013
E-001564/2013
Resposta dada por Cecilia Malmström em nome da Comissão

O artigo 5.°-A do Regulamento (CE) n.° 2252/2004 do Conselho que estabelece normas para os dispositivos de segurança e dados biométricos dos passaportes e documentos de viagem emitidos pelos Estados-Membros, inserido pelo Regulamento (CE) n.° 444/2009 do Parlamento Europeu e do Conselho, solicita à Comissão que apresente:

«um relatório baseado num vasto estudo aprofundado, realizado por uma autoridade independente e supervisionado pela Comissão, que analise, nomeadamente mediante uma avaliação da precisão dos sistemas em uso, a fiabilidade e a viabilidade técnica da utilização de impressões digitais de crianças com idade inferior a 12 anos para efeitos de identificação e verificação, e inclua um estudo comparativo das taxas de rejeição injustificadas em cada Estado-Membro e, com base nos resultados deste estudo, uma análise da necessidade de regras comuns para o processo de comparação.»

A Comissão solicitou ao Centro Comum de Investigação que efetuasse um estudo sobre a fiabilidade e viabilidade da utilização das impressões digitais de crianças. Na ausência de dados de teste fiáveis e em quantidade suficiente (por exemplo, várias impressões digitais da mesma criança, recolhidas em diferentes ocasiões, entre os 6 e os 12 anos), o relatório intercalar deste estudo (de julho de 2012) não chegou a quaisquer conclusões claras. O CCI continua a tentar reunir novos dados de teste de modo a finalizar o seu relatório depois do verão de 2013.

Relativamente aos documentos de filiação (breeder documents), remete-se o Senhor Deputado para a resposta à sua pergunta E-12609/2011(1).

(1)http://www.europarl.europa.eu/sides/getAllAnswers.do?reference=E-2011-012609&language=EN

JO C 355 E de 05/12/2013
Última actualização: 9 de Abril de 2013Advertência jurídica