Index 
 Anterior 
 Seguinte 
 Texto integral 
Processo : 2006/0296(COD)
Ciclo de vida em sessão
Ciclo relativo ao documento : A6-0292/2007

Textos apresentados :

A6-0292/2007

Debates :

Votação :

PV 14/11/2007 - 3.14
CRE 14/11/2007 - 3.14
Declarações de voto

Textos aprovados :

P6_TA(2007)0520

Debates
Quarta-feira, 14 de Novembro de 2007 - Estrasburgo Edição JO

3.14. Libertação deliberada de organismos geneticamente modificados (competências de execução atribuídas à Comissão) (votação)
PV
  

- Relatório Gyula Hegyi (A6-0292/2007)

- Antes da votação:

 
  
MPphoto
 
 

  Gyula Hegyi (PSE), relator. – (EN) Senhor Presidente, não quero roubar tempo aos meus colegas, mas como não tivemos debate no plenário e chegámos à discussão em primeira leitura, gostaria de vos informar sobre os elementos de base da nova legislação em matéria de OGM.

O pacote de compromisso confere ao Parlamento o direito de controlar a libertação deliberada de OGM. O controlo parlamentar é sinónimo de transparência no que se refere a esta questão sensível. A sondagem de opinião do Eurobarómetro revelou que, no que respeita aos OGM, 94% dos nossos cidadãos querem ter o direito de escolha, 86% querem saber mais antes de consumir OGM e 71% não querem pura e simplesmente alimentos que contenham OGM. É por isso que o nosso maior êxito é o facto de o Conselho e a Comissão terem concordado com o controlo parlamentar da aplicação dos requisitos de rotulagem dos OGM.

Desejo agradecer aos relatores-sombra, à Comissão e à Presidência portuguesa. Maior abertura em matéria de organismos geneticamente manipulados torna a Europa mais democrática.

 
Última actualização: 30 de Outubro de 2008Advertência jurídica