Voltar ao portal Europarl

Choisissez la langue de votre document :

Perguntas Parlamentares
3 de Junho de 2003
E-1846/03
PERGUNTA ESCRITA apresentada por Mario Borghezio (NI) à Comissão

 Objecto:  Incompatibilidade entre as responsabilidades de decisão a nível comunitário e a pertença ao Clube Bilderberg e à Comissão Trilateral
 Resposta(s) 

Uma das mais misteriosas organizações do poder global oculto, o Clube Bilderberg, tem, entre os seus membros e/ou participantes assíduos nas reuniões à porta fechada, o Presidente da Comissão Europeia, Romano Prodi, e os seguintes comissários europeus: Mario Monti, Erkki Liikanen, Frederik Bolkestein, Pedro Solbes Mira, Günther Verheugen, Chris Patten e Antonio Vitorino, estando ainda inscrito Tommaso Padoa Schioppa, do Banco Central Europeu.

Para além disso, algumas destas figuras acrescentam a esta filiação a pertença à Comissão Trilateral, outro centro oculto do poder global.

Neste contexto, pode a Comissão indicar se os comissários em causa confirmam estas informações e, em caso afirmativo, se não consideram necessário, com um objectivo de transparência, indicar nos seus "curricula" oficiais a pertença a tais entidades?

Não considera a Comissão que essas filiações ocultas podem criar graves e insanáveis problemas de conflito de interesses entre as decisões da Comissão Europeia e os objectivos e as decisões secretas, ou, no mínimo, reservadíssimas, do Clube Bilderberg e da Comissão Trilateral, organismos de carácter não democrático, caracterizados por mecanismos de filiação por cooptação, não sujeitos nem ao controlo do voto popular, nem sequer ao dos meios de comunicação social?

Língua original da pergunta: ITJO C 70 E de 20/03/2004 (p. 64)
Última actualização: 26 de Maio de 2004Advertência jurídica