Financiamento das redes transeuropeias

01-02-2018

As redes transeuropeias (RTE) são financiadas em parte pela União Europeia e em parte pelos Estados-Membros. A ajuda financeira da UE serve de catalisador, devendo os Estados-Membros contribuir com a maior parte do financiamento. O financiamento das RTE pode igualmente ser complementado pelos fundos estruturais, por uma ajuda do Banco Europeu de Investimento ou através de contributos provenientes do setor privado. Uma reforma importante foi introduzida nas RTE através da criação do Mecanismo Interligar a Europa em 2013.

As redes transeuropeias (RTE) são financiadas em parte pela União Europeia e em parte pelos Estados-Membros. A ajuda financeira da UE serve de catalisador, devendo os Estados-Membros contribuir com a maior parte do financiamento. O financiamento das RTE pode igualmente ser complementado pelos fundos estruturais, por uma ajuda do Banco Europeu de Investimento ou através de contributos provenientes do setor privado. Uma reforma importante foi introduzida nas RTE através da criação do Mecanismo Interligar a Europa em 2013.