Ensino e Formação Profissional

01-09-2017

De acordo com o princípio da subsidiariedade, as políticas da educação e da formação profissional enquanto tal são decididas por cada um dos Estados-Membros da União Europeia (UE). Consequentemente, a UE desempenha um papel de apoio. Porém, alguns desafios são comuns a todos os Estados-Membros: envelhecimento das sociedades, lacunas na qualificação da mão-de-obra, concorrência mundial e educação pré-escolar. Como tal, são necessárias respostas conjuntas, a par de uma colaboração e troca de experiências entre os países[1].

De acordo com o princípio da subsidiariedade, as políticas da educação e da formação profissional enquanto tal são decididas por cada um dos Estados-Membros da União Europeia (UE). Consequentemente, a UE desempenha um papel de apoio. Porém, alguns desafios são comuns a todos os Estados-Membros: envelhecimento das sociedades, lacunas na qualificação da mão-de-obra, concorrência mundial e educação pré-escolar. Como tal, são necessárias respostas conjuntas, a par de uma colaboração e troca de experiências entre os países[1].