3

Resultado(s)

Palavra(s)
Tipo de publicação
Domínio de intervenção
Palavra-chave
Data

Três países da Parceria Oriental no Cáucaso Meridional

01-02-2018

A política da «Parceria Oriental» da UE, adotada em 2009, conta com a participação de seis Estados pós-soviéticos: a Arménia, o Azerbaijão, a Bielorrússia, a Geórgia, a Moldávia e a Ucrânia. A Parceria foi criada para apoiar os esforços envidados no contexto das reformas políticas, sociais e económicas nesses países, com o objetivo de reforçar a democratização e a boa governação, a segurança energética, a proteção do ambiente e o desenvolvimento económico e social. Todos os membros, à exceção da ...

A política da «Parceria Oriental» da UE, adotada em 2009, conta com a participação de seis Estados pós-soviéticos: a Arménia, o Azerbaijão, a Bielorrússia, a Geórgia, a Moldávia e a Ucrânia. A Parceria foi criada para apoiar os esforços envidados no contexto das reformas políticas, sociais e económicas nesses países, com o objetivo de reforçar a democratização e a boa governação, a segurança energética, a proteção do ambiente e o desenvolvimento económico e social. Todos os membros, à exceção da Bielorrússia, cuja participação está suspensa, participam na Assembleia Parlamentar Euronest.

Ásia Central

01-01-2018

A estratégia da UE de 2007 para a Ásia Central foi revista pela última vez em 2015. Esta estratégia tem como objetivo a estabilidade e a prosperidade, e visa, simultaneamente, a promoção de sociedades abertas, do Estado de direito, da democratização e da cooperação no domínio da diversificação e da segurança energéticas. O Parlamento destacou a importância dos direitos humanos, da boa governação e do desenvolvimento social. Em virtude dos níveis muito díspares de desenvolvimento e de democratização ...

A estratégia da UE de 2007 para a Ásia Central foi revista pela última vez em 2015. Esta estratégia tem como objetivo a estabilidade e a prosperidade, e visa, simultaneamente, a promoção de sociedades abertas, do Estado de direito, da democratização e da cooperação no domínio da diversificação e da segurança energéticas. O Parlamento destacou a importância dos direitos humanos, da boa governação e do desenvolvimento social. Em virtude dos níveis muito díspares de desenvolvimento e de democratização que se registam nesta região, a UE ajusta a sua abordagem em conformidade. Aguarda-se uma proposta para uma nova estratégia, cuja apresentação está prevista para meados de 2019.

Países do Golfo, Irão, Iraque e Iémen

01-01-2018

A UE tem acordos de cooperação com os países do Conselho de Cooperação do Golfo (uma organização regional que reúne o Barém, o Koweit, Omã, o Catar, a Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos) e com o Iémen, e um Acordo de Parceria e Cooperação com o Iraque. Atualmente, a UE não tem relações contratuais com o Irão e o Afeganistão, mas reconhece que existe potencial para o aprofundamento das relações.

A UE tem acordos de cooperação com os países do Conselho de Cooperação do Golfo (uma organização regional que reúne o Barém, o Koweit, Omã, o Catar, a Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos) e com o Iémen, e um Acordo de Parceria e Cooperação com o Iraque. Atualmente, a UE não tem relações contratuais com o Irão e o Afeganistão, mas reconhece que existe potencial para o aprofundamento das relações.

Parceiros

Mantenha-se ligado

email update imageSistema de atualizações por correio eletrónico

O sistema de alerta por "e-mail", que remete as últimas informações diretamente para o seu endereço de correio eletrónico, permite-lhe acompanhar todas as pessoas e todos os eventos relacionados com o Parlamento Europeu, o que inclui as últimas notícias relativas aos deputados, aos serviços de informação ou ao Think Tank.

Pode aceder ao sistema de qualquer ponto da página eletrónica do Parlamento. Para se inscrever e receber notificações do Think Tank, basta comunicar o seu endereço de correio eletrónico, selecionar os temas do seu interesse, indicar a frequência (diária, semanal ou mensal) e confirmar o registo, clicando na hiperligação que receber por correio eletrónico.

RSS imageFluxos RSS

Não perca nenhuma informação ou atualização das páginas do Parlamento Europeu na Internet, utilizando o nosso fluxo RSS.

Clique na seguinte hiperligação para configurar o seu fluxo RSS.