Prémios 

O Parlamento Europeu não se limita a legislar; também gosta de promover a qualidade. Todos os anos, atribui quatro prémios em reconhecimento da excelência nos seguintes domínios: direitos humanos, cinema, projetos para a juventude e cidadania ativa. São oportunidades para dar realce a pessoas e organizações que muito se esforçam para tornar o nosso mundo um bocadinho melhor e encorajar outros a seguir o seu exemplo.

  • Prémio do Cidadão Europeu - Um prémio para feitos excecionais - prazo para apresentação de candidaturas/nomeações prolongado até 30 de junho 

    O Parlamento Europeu atribui, anualmente, o «Prémio do Cidadão Europeu». Este prémio recompensa feitos excecionais num dos seguintes domínios:

    • Projetos que promovam melhor entendimento mútuo e maior integração entre os cidadãos dos Estados-Membros ou que facilitem a cooperação transfronteiriça ou transnacional na União Europeia.
    • Projetos que envolvam cooperação cultural transfronteiriça ou transnacional a longo prazo, contribuindo para o reforço do espírito europeu.
    • Projetos associados ao Ano Europeu em curso (se aplicável). 
    • Projetos que consubstanciem os valores consagrados na Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia.

    Cidadãos, grupos de cidadãos, associações ou organizações podem candidatar-se ao Prémio do Cidadão Europeu com projetos que tenham realizado, ou nomear outro cidadão, grupo, associação ou organização para o Prémio do Cidadão Europeu.

    Os deputados ao Parlamento Europeu têm o direito de apresentar nomeações - uma por deputado anualmente.

    Tendo em conta as circunstâncias excecionais deste ano, o Vice-Presidente do Parlamento Europeu e Chanceler do Prémio, Dita CHARANZOVÁ, decidiu prorrogar o prazo para a apresentação de candidaturas/nomeações até ao final de junho.

    Além dos domínios acima referidos, os cidadãos e as organizações são também incentivados a nomear projetos relacionados com a luta contra o coronavírus.

    Para se candidatar ou nomear alguém, prima aqui.

    Para mais informações:

      
  • Prémio Sakharov para a Liberdade de Pensamento 

    O Prémio Sakharov distingue uma atuação meritória num dos seguintes domínios:


    • defesa dos direitos humanos e das liberdades fundamentais, especialmente o direito à liberdade de expressão,
    • proteção dos direitos das minorias,
    • respeito do direito internacional,
    • desenvolvimento da democracia e implementação do Estado de direito.


        
    • Prémio Europeu Carlos Magno para a Juventude – para todos os jovens Europeus particularmente motivados 

      O «Prémio Europeu Carlos Magno para a Juventude» propõe-se incentivar o desenvolvimento de uma consciência europeia entre os jovens e a sua participação em projetos de integração europeia. O Prémio é concedido a projetos empreendidos por jovens que promovam a compreensão, fomentem o aprofundamento de um sentido partilhado da identidade europeia e proporcionem exemplos práticos de Europeus vivendo juntos como uma comunidade.

      O «Prémio Europeu Carlos Magno para a Juventude», todos os anos atribuído conjuntamente pelo Parlamento Europeu e pela Fundação do Prémio Internacional Carlos Magno, de Aquisgrano (Aachen), ascende a 5000 €, para o primeiro classificado, a 3000 €, para o segundo classificado, e a 2000 €, para o terceiro classificado. Parte do prémio será uma visita dos três finalistas galardoados ao Parlamento Europeu (em Bruxelas ou em Estrasburgo). Os representantes do conjunto dos 28 projetos nacionais selecionados serão convidados para uma viagem de quatro dias a Aquisgrano, na Alemanha.

      Os prémios para os três melhores projetos serão entregues pelo Presidente do Parlamento Europeu e pelo representante da Fundação do Prémio Internacional Carlos Magno, de Aquisgrano.

        
    • Prémio LUX – apoiar a cultura e a identidade europeias 

      Desde 2007, o prémio LUX do Parlamento Europeu põe anualmente em destaque filmes que suscitam o debate público europeu. O Parlamento acredita que o cinema, um meio cultural de massa, pode ser um veículo ideal para o debate e a reflexão sobre a Europa e o seu futuro. O cinema é popular, atrai diferentes gerações e é acessível.