PROPOSTA DE RESOLUÇÃO
PDF 106kWORD 47k
10.7.2014
PE534.950v01-00
 
B8-0006/2014

apresentada nos termos do artigo 133.º do Regimento


sobre o escândalo da talidomida e as necessidades de saúde dos sobreviventes na Europa


Mara Bizzotto

Proposta de resolução do Parlamento Europeu sobre o escândalo da talidomida e as necessidades de saúde dos sobreviventes na Europa  
B8‑0006/2014

O Parlamento Europeu,

–       Tendo em conta o artigo 133.º do seu Regimento,

A.     Considerando que, nas décadas de cinquenta e sessenta, a talidomida, medicamento de venda livre, foi receitada a mulheres grávidas em vários países europeus como tratamento para os enjoos matinais; que o referido medicamento foi responsável pelo nascimento de 20 mil crianças deficientes e por 100 mil nados-mortos;

B.     Considerando que, na Europa, cerca de 4 mil sobreviventes à talidomida superaram as expectativas dos médicos especialistas de então, ao levar uma vida independente;

1.      Exorta a Comissão a sensibilizar os governos dos Estados-Membros para este escândalo, no intuito de reconhecer plenamente as necessidades de saúde das vítimas que sobreviveram a este medicamento na Europa e de lhes garantir justiça e qualidade de vida.

Aviso legal - Política de privacidade