PROPOSTA DE RESOLUÇÃO
PDF 156kWORD 46k
3.1.2017
PE596.702v01-00
 
B8-1432/2016

apresentada nos termos do artigo 133.º do Regimento


sobre o MCR-1 e a resistência à colistina


Mireille D'Ornano

Proposta de resolução do Parlamento Europeu sobre o MCR-1 e a resistência à colistina  
B8-1432/2016

O Parlamento Europeu,

–  Tendo em conta o artigo 168.º do Tratado sobre o Funcionamento da União Europeia,

–  Tendo em conta o artigo 133.º do seu Regimento,

A.  Considerando que a colistina é um antibiótico de «importância crítica» (Organização Mundial de Saúde), cujo consumo duplicou na União Europeia entre 2010 e 2014;

B.  Considerando que o gene MCR-1 (o «MCR-1») foi identificado na China na bactéria Escherichia coli tornando-a resistente à colistina;

C.  Considerando que o MCR-1, identificado na China, está agora presente nos cinco continentes e que, num estudo realizado com 2 001 cidadãos neerlandeses (2014) que tinham viajado para o estrangeiro e não tinham tido acesso a cuidados médicos, seis eram portadores do gene MCR-1;

D.  Considerando que na Dinamarca, em 2015, se registou um fracasso terapêutico;

1.  Salienta que a resistência à colistina é preocupante, devido ao seu caráter de tratamento de último recurso e à transmissão do MCR-1 por plasmídeo;

2.  Toma conhecimento da avaliação do Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), de 13 de junho de 2016, e insta a Comissão, através do ECDC, a monitorizar atentamente o MCR-1.

Dados pessoais - Política de privacidade