Voltar ao portal Europarl

Choisissez la langue de votre document :

 Index 
 Texto integral 
Debates
Quarta-feira, 8 de Junho de 2005 - Estrasburgo Edição JO

Reforçar a competitividade europeia
MPphoto
 
 

  John Attard-Montalto (PSE). - (EN) Senhor Presidente, há três coisas em que acredito: na economia europeia, na indústria europeia e na capacidade da indústria europeia para ser competitiva.

Infelizmente, porém, aplaudimos frequentemente a noção de competitividade ao mesmo tempo que apoiamos iniciativas que desgastam essa mesma competitividade. Por exemplo: o Senhor Comissário deu a entender, e bem, que por vez tendemos para o excesso de regulamentação, o que aumenta a burocracia e os custos de produção. Por vezes não temos consciência de que, com as nossas ideias e a nossa legislação, estamos a desgastar a competitividade. Recentemente baixámos o limite na directiva relativa ao horário de trabalho. Obviamente, isso é algo de paradoxal para a competitividade.

Por vezes falamos sobre investimentos em matéria de inovação tecnológica e estamos dependentes de parcerias entre o sector público e o sector privado. É assim que o argumento é apresentado. A Europa não é um modelo ideal para parcerias entre o sector público e o sector privado. Nós tentamos colocar limites à investigação com base em vagas questões morais.

Por último, para além de se incentivar novos investimentos nos domínios da inovação e da investigação, há uma tendência geral contra as patentes. Temos de compreender que há que escolher as nossas prioridades.

(Aplausos)

 
Aviso legal - Política de privacidade