Voltar ao portal Europarl

Choisissez la langue de votre document :

 Index 
 Texto integral 
Debates
Quinta-feira, 27 de Outubro de 2005 - Estrasburgo Edição JO

Declarações de voto
MPphoto
 
 

  Marie-Arlette Carlotti (PSE), por escrito. – (FR) Dentro de um mês em Barcelona, a parceria euro-mediterrânica deverá ser radicalmente remodelada com base numa série de ideias dinâmicas.

Em primeiro lugar, no âmbito da luta contra a pobreza, é necessário elaborar e financiar uma versão mediterrânica dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio e fazer progressos em relação aos mecanismos de solidariedade comparáveis aos da política regional europeia.

A promoção da democracia e dos direitos humanos tem de estar no centro da parceria, através da implementação do artigo 2º dos Acordos de Associação e da generalização das subcomissões para os direitos humanos.

O combate à discriminação contra as mulheres e a promoção da igualdade dos géneros deve ser objecto de uma política específica e prioritária da UE. São as mulheres que actuarão como veículos de uma verdadeira aproximação dos diferentes povos e culturas em torno da bacia mediterrânica.

Impõem-se respostas comuns à questão da imigração. Fim à hipocrisia e ao cinismo! Não vamos pensar em manter as nossas mãos limpas enquanto deixamos os nossos parceiros da margem sul fazer o trabalho sujo. Devemos lançar as bases de uma gestão comum dos fluxos migratórios, adoptando uma abordagem generosa e solidária à questão da circulação das pessoas no Mediterrâneo.

Precisamos de uma "zona de desenvolvimento sustentável " no Mediterrâneo, com um programa que vise a despoluição do Mar Mediterrâneo até 2020, acompanhado de um calendário de realização.

(Declaração de voto abreviada nos termos do artigo 163º do Regimento)

 
Aviso legal - Política de privacidade