Index 
 Anterior 
 Seguinte 
 Texto integral 
Relato integral dos debates
Quarta-feira, 5 de Abril de 2006 - Estrasburgo Edição JO

5.1. Calendário 2007 (votação)
Ata
  

- Antes da votação:

 
  
MPphoto
 
 

  Edith Mastenbroek (PSE). – (EN) Senhor Presidente, nos termos do nº 4 do artigo 170º e do nº 3 do artigo 150º do Regimento, gostaria de levantar um ponto de ordem a respeito do calendário e da alteração ao mesmo apresentada pelo Grupo PPE-DE. Ao abrigo das referidas disposições, solicito o adiamento da votação sobre o calendário para o próximo período de sessões e a reabertura do prazo de entrega de alterações, pois gostaria de reabrir o debate político sobre os nossos métodos de trabalho nesta Instituição.

Como todos sabemos, o facto de termos de nos deslocar do local do nosso gabinete de trabalho para este local dificulta-nos bastante a vida. Esta semana, em particular, tive uma enorme dificuldade para chegar aqui, a ponto de ter falhado uma votação. Por consequência, alguns membros da Assembleia, entre os quais eu me incluo, elaboraram este pedido de adiamento da votação.

Gostaríamos igualmente de solicitar à conferência do Presidentes que reabra o debate sobre as alterações ao calendário.

(Aplausos da esquerda do hemiciclo)

 
  
MPphoto
 
 

  Gary Titley (PSE). – (EN) Senhor Presidente, esta semana foi aqui debatida a questão da necessidade de melhorar o nosso quadro regulamentar. Um dos maiores obstáculos à melhoria da regulamentação é o nosso calendário de sessões. Temos doze semanas por ano de sessões plenárias aqui em Estrasburgo. Frequentemente, não há trabalho suficiente para preencher a sessão, pelo que temos de arranjar assuntos para encher a ordem do dia. Em virtude desta situação, as reuniões das comissões realizam-se constantemente sob pressão, e as comissões com responsabilidades no âmbito do processo de co-decisão vêem-se incapacitadas de legislar de forma adequada.

Temos de realizar um debate sobre a forma como se processa a organização do nosso trabalho. Este calendário foi introduzido sem qualquer debate dessa natureza. Solicitamos o adiamento da votação sobre o calendário para o próximo período de sessões, por forma a que aqueles de entre nós que apresentámos este pedido possamos debater sobre os nossos métodos de trabalho, isto é, sobre como poderemos melhorar a regulamentação no Parlamento Europeu e fazer melhor uso dos 300 milhões de euros que nos custa vir para melhorar a regulamentação. Trata-se de um dispêndio astronómico do dinheiro dos contribuintes, que mina o trabalho levado a cabo por este Parlamento.

(Aplausos)

 
  
MPphoto
 
 

  Daniel Marc Cohn-Bendit (Verts/ALE).(DE) Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, se existir uma alternativa a Estrasburgo, sou absolutamente a favor de a discutirmos; foi o que sempre disse, mas proceder desta forma é absurdo e injusto. É certamente muito claro que, enquanto o Conselho apoiar unanimemente Estrasburgo, teremos doze períodos de sessões neste local. E, quer o senhor deputado Titley perceba inglês, alemão ou francês, deveria simplesmente fazer uma leitura aos Tratados, um exercício que também poderia, por vezes, ser salutar para o Governo Blair.

(Aplausos, protestos)

Penso, portanto, que deveríamos ter outro debate sobre Estrasburgo, mas não desta forma. O que devemos fazer é votar esta semana o nosso calendário. Em que se baseia, Senhor Deputado Titley, para justificar a sua afirmação de que as nossas ordens do dia aqui em Estrasburgo não são totalmente preenchidas? Deveria experimentar substituir o senhor deputado Schulz na Conferência dos Presidentes e então verificaria que aquilo que afirma é uma pura mentira, que não corresponde ao factos.

(Aplausos)

 
  
  

(O Parlamento rejeita o pedido)

 
Aviso legal - Política de privacidade