Index 
 Anterior 
 Seguinte 
 Texto integral 
Processo : 2006/2172(INI)
Ciclo de vida em sessão
Ciclo relativo ao documento : A6-0127/2007

Textos apresentados :

A6-0127/2007

Debates :

PV 09/05/2007 - 14
CRE 09/05/2007 - 14

Votação :

PV 10/05/2007 - 7.8
CRE 10/05/2007 - 7.8
Declarações de voto

Textos aprovados :

P6_TA(2007)0179

Relato integral dos debates
Quinta-feira, 10 de Maio de 2007 - Bruxelas Edição JO

7.8. Reformas no mundo árabe (votação)
PV
  

- Relatório Rocard (A6-0127/2007)

 
  
  

- Antes da votação da alteração nº 19:

 
  
MPphoto
 
 

  Marco Cappato (ALDE). – (IT) Senhor Presidente, proponho que a frase "pleno respeito, incluindo o respeito jurídico, pelas diferentes orientações sexuais" seja substituída por "pleno respeito e não discriminação das diferentes orientações sexuais".

 
  
  

(O Parlamento aprova a alteração oral)

- Antes da votação da alteração nº 14:

 
  
MPphoto
 
 

  Marco Cappato (ALDE). – (IT) Senhor Presidente, proponho a substituição da expressão "Estado palestiniano" por "Estado democrático palestiniano".

 
  
  

(O Parlamento aprova a alteração oral)

 
  
MPphoto
 
 

  Véronique De Keyser (PSE). - (FR) Senhor Presidente, o meu Grupo não se opõe à alteração oral, mas não somos favoráveis à alteração 14, mesmo depois de modificada pela alteração oral.

 
  
  

- Antes da votação da alteração nº 20:

 
  
MPphoto
 
 

  Marco Cappato (ALDE). - (FR) Trata-se apenas de uma precisão linguística, considerando que é a versão francesa que faz fé. Assim, as palavras "islamistas laicos" não deveriam substituir as palavras "islamistas moderados", devendo antes ser consideradas como uma adenda.

 
  
  

- Antes da votação da alteração nº 21:

 
  
MPphoto
 
 

  Véronique De Keyser (PSE). - (FR) Senhor Presidente, o senhor deputado Cappato apresentou uma alteração oral mediante a qual pede que seja mais ou menos garantida a separação entre a igreja e o Estado. Gostaríamos de acrescentar uma alteração oral:

(EN) “como deveria ser em qualquer democracia”.

(FR) Com efeito, se é um facto que o Islão mistura política e religião, na Europa, entre os nossos países, há também alguns que não fazem a separação entre igreja e Estado.

(Aplausos da esquerda)

 
  
MPphoto
 
 

  Antonio Tajani (PPE-DE). – (IT) Senhor Presidente, a alteração do senhor deputado Cappato incide sobre a separação dos poderes político e religioso. Estamos aqui a falar de países do mundo árabe e não de países europeus. Se a alteração diz respeito aos países do mundo árabe, estamos de acordo porque, quando falamos de igreja, referimo-nos unicamente à igreja católica ou à igreja protestante.

A alteração em apreço diz respeito ao poder religioso e ao poder político, e deve ficar claro que nos estamos unicamente a referir a esses dois elementos, na medida em que penso que podemos ver nas palavras da senhora deputada De Keyser uma tentativa de inserir elementos alheios ao presente relatório.

 
  
MPphoto
 
 

  Presidente. A alteração da senhora deputada De Keyser introduz uma frase que é de âmbito universal. Diz "em qualquer democracia". Por conseguinte, a intenção da alteração é de dimensão universal.

 
  
MPphoto
 
 

  Marco Cappato (ALDE). – (IT) Senhor Presidente, congratulo-me pessoalmente pela alteração apresentada pela senhora deputada De Keyser, cujo conteúdo considero estar praticamente assegurado; se não estiver, mais uma razão para que esta alteração seja aprovada.

 
  
MPphoto
 
 

  Antonio Tajani (PPE-DE). – (IT) Senhor Presidente, penso que cada um de nós tem o direito a usar da palavra neste Parlamento, a exprimir as suas próprias ideias e a receber informação clara dos textos que vamos aprovar.

No que diz respeito ao texto que faz fé, a alteração do senhor deputado Cappato diz, em italiano, "anche garantendo l'indipendenza e la separazione delle istituzioni e del potere politico dalle autorità religiose" (garantindo igualmente a independência e a separação das instituições e do poder político das autoridades religiosas). Este é o texto, mas estamos a falar da igreja e do Estado. Os termos são "poder político" e "autoridades religiosas".

 
  
  

(O Parlamento rejeita a alteração oral)

 
  
MPphoto
 
 

  Véronique De Keyser (PSE). - (FR) Senhor Presidente, queria apenas pedir ao meu grupo, nestas circunstâncias, que vote contra.

 
Aviso legal - Política de privacidade