Index 
 Anterior 
 Seguinte 
 Texto integral 
Processo : 2007/2097(INI)
Ciclo de vida em sessão
Ciclo relativo ao documento : A6-0391/2007

Textos apresentados :

A6-0391/2007

Debates :

PV 23/10/2007 - 6
CRE 23/10/2007 - 6

Votação :

PV 24/10/2007 - 8.25
CRE 24/10/2007 - 8.25
Declarações de voto

Textos aprovados :

P6_TA(2007)0470

Relato integral dos debates
Quarta-feira, 24 de Outubro de 2007 - Estrasburgo Edição JO

8.25. Política fiscal e aduaneira e Estratégia de Lisboa (votação)
Ata
  

- Relatório Wagenknecht (A6-0391/2007)

- Antes da votação do n.º 37:

 
  
MPphoto
 
 

  Piia-Noora Kauppi (PPE-DE). - (EN) Senhor Presidente, a mudança que propúnhamos era que o Parlamento, na presente fase, em lugar de “se congratular com”, “tomasse nota” da comunicação da Comissão sobre a dedução de prejuízos transfronteiras, visto que a Comissão dos Assuntos Económicos e Monetários está neste momento a elaborar um relatório sobre essa matéria.

 
  
  

(O Parlamento aceita a alteração oral)

- Antes da votação final:

 
  
MPphoto
 
 

  Sahra Wagenknecht, relatora. - (DE) Senhor presidente, Senhoras e Senhores Deputados, penso que é bastante lamentável que a Assembleia não tenha tido coragem para exprimir críticas genuínas e sérias a uma tendência da política fiscal da União Europeia que se desenvolve na direcção errada, beneficiando de forma inacreditável as empresas multinacionais e os ricos, enquanto os consumidores, trabalhadores e, especialmente, as pessoas que auferem remunerações baixas enfrentam uma carga fiscal cada vez mais pesada.

Na minha opinião, o relatório é inaceitável na forma em que se encontra. Quero retirar o meu nome deste relatório e apelo a todos os presentes nesta Assembleia que estejam efectivamente interessados numa política fiscal para a União Europeia que sirva não somente os interesses dos dez mil do topo da pirâmide social, mas que beneficie realmente a maioria dos cidadãos europeus: por favor, votem contra este relatório.

 
  
MPphoto
 
 

  Presidente. - Tomamos nota da sua declaração, Senhora Deputada Sahra Wagenknecht.

 
Aviso legal - Política de privacidade