Index 
 Anterior 
 Seguinte 
 Texto integral 
Processo : 2007/2608(RSP)
Ciclo de vida em sessão
Ciclo relativo ao documento : B6-0514/2007

Textos apresentados :

B6-0514/2007

Debates :

PV 10/12/2007 - 13

Votação :

PV 12/12/2007 - 3.13
CRE 12/12/2007 - 3.13
Declarações de voto
Declarações de voto

Textos aprovados :

P6_TA(2007)0612

Relato integral dos debates
Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2007 - Estrasburgo Edição JO

3.13. Luta contra o terrorismo (votação)
Ata
  

- Proposta de resolução (B6-0514/2007)

- Antes da votação da alteração 3:

 
  
MPphoto
 
 

  Claudio Fava (PSE). - (IT) Senhora Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, a alteração oral que o nosso Grupo propõe implica a substituição da expressão “toda a forma de glorificação” pela palavra “apologia”. Consideramos que a palavra “apologia” reflecte melhor o tipo de comportamento que se pretende reprimir. Se o senhor deputado Díaz de Mera estiver de acordo, o nosso grupo votará a favor.

 
  
  

(A alteração oral é aceite)

- Antes da votação da alteração 27:

 
  
MPphoto
 
 

  Cristiana Muscardini (UEN). - (IT) Senhora Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, com base no n.º 3 do artigo 151.º do Regimento, V. Exa., Senhora Presidente, pode decidir sobre a admissibilidade do 6.º parágrafo do considerando A, sobre o qual estamos a votar. Esse considerando afirma que o terrorismo não pode ser erradicado. Poderá esta Assembleia declarar oficialmente que o terrorismo não pode ser erradicado? Creio que deverá haver, ou um erro de tradução nalguns textos, ou um juízo político muito erróneo, pelo que lhe solicito, Senhora Presidente, que decida sobre a admissibilidade desse parágrafo.

 
  
MPphoto
 
 

  Presidente. − Senhora Deputada Muscardini, todos os controlos de admissibilidade foram feitos pelos serviços, e eram possíveis alterações, de modo que receio que tenhamos de ficar como estamos.

 
  
MPphoto
 
 

  Claudio Fava (PSE). - (IT) Senhora Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, pergunto se o deputado que propôs a alteração concordaria em eliminar as duas expressões seguintes: “nalguns casos excepcionais” e “que pode não ser lícito” da frase. Se estas duas expressões forem retiradas da alteração, estamos na disposição de a apoiar.

 
  
  

(A alteração oral é aceite)

 
  
  

PRESIDÊNCIA: PÖTTERING
Presidente

 
Aviso legal - Política de privacidade