Index 
 Texto integral 
Debates
Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2009 - Bruxelas Edição JO

Declarações de voto
MPphoto
 
 

Texto apresentado : A6-0502/2008

  John Attard-Montalto (PSE), por escrito. – (EN) O Processo de Barcelona foi adoptado pelos Chefes de Estado e de Governo na Cimeira para o Mediterrâneo, realizada em Paris, em 13 de Julho de 2008. Contribui para a paz e a prosperidade, e vai constituir um passo no sentido da integração económica e regional, bem como da cooperação em matéria de ecologia e clima entre os países do Mediterrâneo. Visto que o meu país é um Estado mediterrânico, encaro este processo com grande atenção. Concordo que a abertura do processo aos países não envolvidos na parceria aumenta a probabilidade de estabelecer paridade nas relações entre a União Europeia e os países mediterrânicos parceiros e de combater os problemas da região de um modo abrangente. Dado que provenho do arquipélago mediterrânico de Malta e Gozo, aprecio plenamente os contributos que o processo pode dar.

É essencial que o valor estratégico das relações euro-mediterrânicas e o acervo do Processo de Barcelona sejam reafirmados sob a forma de organizações regionais e de programas sub-regionais e orientações comuns para a cooperação bilateral. Este ponto adquiriu uma importância acrescida face aos recentes problemas na Faixa de Gaza e às declarações em Chipre.

 
Aviso legal - Política de privacidade