Index 
 Texto integral 
Debates
Quinta-feira, 2 de Abril de 2009 - Bruxelas Edição JO

Declarações de voto
MPphoto
 

Texto apresentado : A6-0182/2009

  Gay Mitchell (PPE-DE). − (EN) Senhor Presidente, para começar, eu não sou cidadão da União Europeia. Sou cidadão irlandês e, complementarmente, sou cidadão europeu.

Hoje aprendi muito aqui. Eu não fazia ideia de que os nossos colegas deputados britânicos eram cidadãos. Pensava que eram súbditos. Mas não tenho qualquer dificuldade com os termos “súbditos” e “cidadãos”. Pode ser-se escocês, galês ou inglês, mas tem de se ser escocês, galês ou inglês, ou uma dessas pessoas da Irlanda que assumem a cidadania britânica, para se ser britânico. Para se ser cidadão britânico tem de se ser irlandês da Irlanda do Norte, escocês, galês ou inglês.

Sinceramente, não compreendo o que se procurou afirmar hoje aqui. Estamos a falar de complementos às nossas cidadanias nacionais, que não me levantam quaisquer dificuldades. As pessoas estão a fazer uma tempestade num copo de água porque se aproximam as eleições e estão a utilizar esta constante retórica antieuropeia para defenderem os seus próprios interesses em vez dos interesses dos países que deveriam servir.

 
Aviso legal - Política de privacidade