Index 
 Anterior 
 Seguinte 
 Texto integral 
Debates
Segunda-feira, 18 de Outubro de 2010 - Estrasburgo Edição JO

11. Ordem dos trabalhos
Vídeo das intervenções
PV
MPphoto
 

  Presidente. – Segue-se na ordem do dia o exame do projecto definitivo de ordem do dia do presente período de sessões, elaborado pela Conferência dos Presidentes na sua reunião de 14 de Outubro de 2010, nos termos dos artigos 130.º e 131.º do Regimento. Foram propostas as seguintes alterações:

Relativamente a segunda-feira:

Não foram propostas alterações.

Relativamente a terça-feira:

Não foram propostas alterações.

Relativamente a quarta-feira:

Recebi, do Grupo dos Verdes/Aliança Livre Europeia, um pedido de adiamento da votação do calendário dos períodos de sessões relativo a 2012 para um dos próximos períodos de sessões do Parlamento. Não contestam a votação, mas preferiam que ela se realizasse numa data posterior. A proposta será apresentada por um representante do Grupo dos Verdes. Alguém está preparado para falar?

 
  
MPphoto
 

  Daniel Cohn-Bendit, em nome do Grupo Verts/ALE.(FR) Peço desculpa, Senhor Presidente, mas estava a receber informações sobre a situação na Bélgica e, por isso, não ouvi com atenção todas as suas palavras.

Se bem percebi, está em questão a votação do calendário para 2012. Senhor Presidente, as discussões sobre o calendário para, repito, 2012 prosseguem, tanto no nosso grupo como noutros.

Por não se tratar de um texto legislativo, não haverá debate nem será possível introduzir alterações. Limitar-nos-emos a votar o calendário. Pedimos que a votação seja adiada por um período de sessões, ou seja, para o período de sessões do próximo mês em Estrasburgo, para podermos conferenciar com os outros grupos e explorar a possibilidade de ensaiarmos uma reformulação do calendário.

 
  
MPphoto
 

  Francesco Enrico Speroni, em nome do Grupo EFD. (IT) Senhor Presidente, o Parlamento nunca votou um calendário com tamanha antecedência. Ainda assim, nada há de extraordinário no caso, porque o calendário é em tudo semelhante aos anteriores, não havendo qualquer alteração assinalável.

Contrariamente ao que disse o senhor deputado Cohn-Bendit, é possível propor alterações, e tanto o é que – como me informam através do correio electrónico – alguns deputados tencionam fazê-lo. Não vejo motivo para adiar a votação, tanto mais que o calendário só produzirá efeitos em 2012 e, assim sendo, não nos faltarão oportunidades para, como é nossa prerrogativa, introduzirmos as alterações que venham a ser consideradas necessárias.

 
  
 

(O Parlamento rejeita o pedido)

Relativamente a quinta-feira:

Não foram propostas alterações.

(A ordem dos trabalhos fica estabelecida)

 
Aviso legal - Política de privacidade