Index 
 Texto integral 
Debates
Quinta-feira, 24 de Março de 2011 - Bruxelas Edição JO

Declarações de voto
MPphoto
 
 

Texto apresentado : A7-0046/2011

  Maria do Céu Patrão Neves (PPE), por escrito. Votei favoravelmente esta alteração ao Acordo de Transporte Aéreo entre a UE e os EUA. Uma eventual suspensão faria com que os passageiros e as companhias aéreas da União perdessem de forma significativa as vantagens de que têm vindo a beneficiar desde Março de 2008. Concordo com a análise do relator de que este Acordo não é perfeito. Porém, tem o mérito de apresentar importantes elementos que permitem avançar neste processo e evitar o risco de activação da cláusula de suspensão na ausência de um acordo desta natureza.

De facto, o presente Acordo (Acordo de segunda fase) não cumpre o objectivo final de uma abertura completa do mercado sem restrições em ambos os lados, mas contém uma série de incentivos que fomentam a reforma. Concretamente, quando os EUA modificarem a sua legislação de modo a permitir que os investidores da UE sejam detentores da maioria de acções das companhias aéreas dos EUA, a UE também o permitirá. Em todo o caso, este processo não será pacífico e qualquer decisão sobre o mesmo dependerá do acompanhamento feito e da proposta final a que se chegar, nas circunstâncias que então forem determinantes para garantir o melhor transporte aéreo e o sucesso das companhias europeias.

 
Aviso legal - Política de privacidade