Grįžti į portalą Europarl

Choisissez la langue de votre document :

  • bg - български
  • es - español
  • cs - čeština
  • da - dansk
  • de - Deutsch
  • et - eesti keel
  • el - ελληνικά
  • en - English
  • fr - français
  • ga - Gaeilge
  • hr - hrvatski
  • it - italiano
  • lv - latviešu valoda
  • lt - lietuvių kalba
  • hu - magyar
  • mt - Malti
  • nl - Nederlands
  • pl - polski
  • pt - português (atrinkta)
  • ro - română
  • sk - slovenčina
  • sl - slovenščina
  • fi - suomi
  • sv - svenska
Šio dokumento jūsų kalba nėra. Prašome pasirinkti kitą kalbą kalbų parinkties juostoje.

 Rodyklė 
 Visas tekstas 
Debates
Terça-feira, 19 de Novembro de 2013 - Estrasburgo Edição revista

Programa de Investigação e Formação da Comunidade Europeia da Energia Atómica (A7-0407/2012 - Peter Skinner)
MPphoto
 
 

  João Ferreira (GUE/NGL), por escrito. O presente regulamento estabelece o Programa de Investigação e Formação (Programa Euratom) para o período 2014-2018. Estabelece as regras de participação, incluindo a participação em programas de organismos de financiamento que gerem fundos concedidos ao abrigo deste regulamento e em atividades desenvolvidas conjuntamente por este regulamento e do Programa-Quadro Horizonte 2020. O objetivo geral do Programa Euratom é melhorar a segurança nuclear nas suas vertentes intrínseca (safety) e extrínseca (security) e a proteção contra radiações, bem como contribuir para a descarbonização a longo prazo do sistema energético, de uma forma eficiente e segura. As ações do Programa Euratom, quer diretas quer indiretas, têm objetivos específicos que, genericamente, merecem o nosso acordo. O relator propõe incluir, nos objetivos gerais do Programa Euratom, outras áreas de investigação, como a investigação médica. Salienta que este Programa deve manter o "mais alto nível de condições laborais para os que trabalham diretamente com os materiais nucleares". Deve também promover o aumento de participação de cientistas europeus e da "angariação de cientistas de países terceiros", ao mesmo tempo que combate a "fuga de cérebros" de cientistas nucleares para fora da UE, e deve apoiar as prioridades do Programa-Quadro Horizonte 2020. São válidas as mesmas considerações que tecemos relativamente ao relatório Remek. Daí a nossa abstenção.

 
Teisinė informacija - Privatumo politika