Grįžti į portalą Europarl

Choisissez la langue de votre document :

  • bg - български
  • es - español
  • cs - čeština
  • da - dansk
  • de - Deutsch
  • et - eesti keel
  • el - ελληνικά
  • en - English
  • fr - français
  • ga - Gaeilge
  • hr - hrvatski
  • it - italiano
  • lv - latviešu valoda
  • lt - lietuvių kalba
  • hu - magyar
  • mt - Malti
  • nl - Nederlands
  • pl - polski
  • pt - português (atrinkta)
  • ro - română
  • sk - slovenčina
  • sl - slovenščina
  • fi - suomi
  • sv - svenska
Šio dokumento jūsų kalba nėra. Prašome pasirinkti kitą kalbą kalbų parinkties juostoje.

 Rodyklė 
 Visas tekstas 
Debates
Terça-feira, 19 de Novembro de 2013 - Estrasburgo Edição revista

Instrumento para a Cooperação no domínio da Segurança Nuclear (A7-0327/2012 - Holger Krahmer)
MPphoto
 
 

  João Ferreira (GUE/NGL), por escrito. Este relatório incide sobre a proposta de regulamento do Conselho que institui o novo Instrumento para a Cooperação no domínio da Segurança Nuclear, para o período de 2014-2020, substituindo o regulamento atualmente existente (300/2007). O objetivo é a promoção da "cooperação e a prestação de assistência destinada a apoiar a promoção de um elevado nível de segurança nuclear e de proteção contra as radiações e a aplicação de salvaguardas eficazes e eficientes dos materiais nucleares em países terceiros". Estabelece-se como objetivos para este regulamento, entre outros os seguintes: - Promoção de uma verdadeira cultura e governação de segurança nuclear e a gestão e aplicação das mais elevadas normas de segurança nuclear e de proteção contra as radiações; - Gestão responsável e segura do combustível irradiado e dos resíduos radioativos, desativação e reabilitação de antigas centrais e instalações nucleares nos países terceiros. O relator coloca ênfase na importância da proteção do meio ambiente a longo prazo, salienta a necessidade de garantia de que os materiais nucleares não sejam desviados para fins não civis, a importância do apoio à educação e formação. Não obstante algumas considerações nas quais não nos revemos, estas são de menor relevância neste contexto, pelo que votámos favoravelmente.

 
Teisinė informacija - Privatumo politika