Grįžti į portalą Europarl

Choisissez la langue de votre document :

  • bg - български
  • es - español
  • cs - čeština
  • da - dansk
  • de - Deutsch
  • et - eesti keel
  • el - ελληνικά
  • en - English
  • fr - français
  • ga - Gaeilge
  • hr - hrvatski
  • it - italiano
  • lv - latviešu valoda
  • lt - lietuvių kalba
  • hu - magyar
  • mt - Malti
  • nl - Nederlands
  • pl - polski
  • pt - português (atrinkta)
  • ro - română
  • sk - slovenčina
  • sl - slovenščina
  • fi - suomi
  • sv - svenska
Šio dokumento jūsų kalba nėra. Prašome pasirinkti kitą kalbą kalbų parinkties juostoje.

 Rodyklė 
 Visas tekstas 
Debates
Terça-feira, 10 de Dezembro de 2013 - Estrasburgo Edição revista

Mobilização do Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização (candidatura EGF/2012/011 DL/Vestas, Dinamarca) (A7-0410/2013 - Jan Kozłowski)
MPphoto
 
 

  João Ferreira (GUE/NGL), por escrito. A Dinamarca apresentou a candidatura ao Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização, com vista a obter uma contribuição financeira, na sequência de 611 despedimentos na Vestas Group, estando todos os trabalhadores abrangidos pelas medidas cofinanciadas durante o período entre 18 de setembro de 2012 e 18 de dezembro de 2012, no valor de 6.364.643 de euros. Os despedimentos na empresa Vestas Group resultam, dizem-nos, de profundas mudanças estruturais nos padrões do comércio mundial decorrentes da globalização, relacionado com a redução significativa da quota de mercado da UE com capacidade total de 66% em 2006 para 27,5% em 2012, devido à estagnação da procura de turbinas eólicas na Europa, proveniente da entrada no mercado europeu de fabricantes chineses de turbinas eólicas com preços mais competitivos. Ou seja, este é o resultado das políticas de liberalização dos mercados e dos acordos de livre comércio que a UE tanto promove, sempre no interesse não dos trabalhadores e dos povos mas das grandes corporações transnacionais, visando o aumento dos seus lucros. Em 2009-2010 a Vestas Group efectuou despedimentos em larga escala aumentando para 2.000 o número de trabalhadores afectados, constituindo um enorme problema para as populações atingidas, mais ainda num momento em que se regista um aumento galopante do desemprego.

 
Teisinė informacija - Privatumo politika